Soja: Demanda elevada por farelo e óleo impulsiona negociações

soja 23 4 danilo estevao embrapa
Cotações da oleaginosa têm alta no mercado doméstico – Danilo Estevão/Embrapa

As maiores demandas interna e externa por farelo e por óleo de soja impulsionaram as negociações e os preços desses derivados. O Indicador ESALQ/BM&FBovespa da soja Paranaguá (PR) subiu 2,2% entre 17 e 24 de maio, indo para R$ 81,13/saca de 60 kg na sexta-feira (24). No mesmo comparativo, o Indicador CEPEA/ESALQ Paraná registrou elevação de 1,4%, a R$ 75,01/sc de 60 kg na sexta (24).

Segundo o Cepea, no caso do farelo, a procura doméstica vem especialmente do segmento de proteína animal. Quanto ao óleo, uma parcela das indústrias sinaliza ter comprometido o produto até meados de junho – a maior parte deve ser destinada à produção de biodiesel.

Conforme pesquisas do Cepea, a alta nos preços dos derivados esteve atrelada também à valorização da matéria-prima e à retração dos sojicultores domésticos na comercialização envolvendo grandes lotes.

Além disso, o temor quanto à possível alteração na tabela de frete mínimo tem deixado traders receosos nas negociações de contrato a termo.

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta