Crédito rural atinge R$ 116,7 bi de julho de 2019 a janeiro deste ano

maquinas lavouras agencia estadual de not parana crdito__Cleverson_Beje_70
Foto: Cleverson_Beje/AEN/Gov. PR

Nos sete primeiros meses do Plano Safra 2019/2020, entre julho/2019 a janeiro/2020, os agricultores contrataram crédito rural em instituições financeiras no valor de R$ 116,7 bilhões, alta de 8%. As operações de custeio, comercialização e industrialização somaram R$ 84,6 bilhões, e as de investimentos, R$ 32 bi.

Os números fazem parte do Balanço de Financiamento Agropecuário da Safra 2019/2020, divulgado nesta segunda-feira 10 pela Secretaria de Política Agrícola (SPA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), com base nos dados do Sistema de Operações do Crédito Rural e do Proagro (Sicor), do Banco Central.

As contratações de custeio pelos médios produtores (Pronamp) tiveram expressivo aumento na atual safra (44%), alcançando R$ 15,38 bilhões, sobretudo as realizadas com recursos obrigatórios (62%), provenientes dos depósitos à vista nos bancos comerciais.

Segundo a SPA, os financiamentos de custeio aos grandes produtores, com recursos livres da LCA e da Poupança Rural, tiveram elevação de 14% e 87%, respectivamente.  Também houve aumento nos financiamentos de investimento com recursos livres (+102%). Já as operações com recursos da Poupança Rural com Subvenção Econômica caíram 27%.

“Esses resultados estão alinhados com o objetivo da política de crédito rural, de redução gradual da participação desses produtores nos financiamentos a juros controlados, especialmente os que resultam em ônus para o Tesouro”, observa Wilson Vaz de Araújo, diretor de Financiamento e Informação da SPA/Mapa.

Os créditos de investimento para o médio produtor rural (Pronamp) também tiveram acentuada expansão (+66%), chegando a R$ 1,66 bilhão, em decorrência da possibilidade desses financiamentos serem realizados com recursos obrigatórios para qualquer finalidade no âmbito desse programa.

Esses financiamentos para os agricultores familiares (Pronaf) aumentaram 25%, alcançando R$ 9 bilhões, sendo que nos próximos meses essa expansão deverá se acentuar devido à possibilidade, concedida aos agentes financeiros, de que até 5% da subexigibilidade do Pronaf seja cumprida por meio de financiamentos de investimento por meio do Pronaf.

Outro destaque no desempenho do crédito rural na atual safra é a acentuada expansão da demanda por recursos de investimento nos programas Inovagro -Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica na Produção Agropecuária (+71%), Pronamp – Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (+66%),  Programa ABC – Programa para Redução da Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura (+48%) e PCA – Programa para Construção e Ampliação de Armazéns (+43%).

Do Mapa

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta