Senar oferece assistência técnica e gerencial para 3.210 produtores no RS

assistencia tecnica e gerencial senar rs roberto furtado senar rs
Foto: Roberto Furtado/Senar/RS

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) vai oferecer Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) gratuita a 3.210 produtores rurais do Rio Grande do Sul. O lançamento ocorreu nesta segunda-feira 10, no Sindicato Rural de Camaquã, a 130 km de Porto Alegre.

Durante dois anos, os técnicos de campo farão visitas mensais às propriedades de bovinocultura de corte, na região de Camaquã; bovinocultura de leite, em Bento Gonçalves; ovinocultura de corte, em Pedras Altas, e agricultura anual (grãos), no município de Manoel Viana.

O acompanhamento técnico terá foco no diagnóstico produtivo individualizado, planejamento estratégico, adequação tecnológica, capacitação profissional e avaliação sistemática dos indicadores produtivos.

No lançamento de programa de ATeG, o diretor-geral do Senar, Daniel Carrara, destacou o envolvimento do Senar/RS no oferecimento de soluções ao agronegócio brasileiro.

“As soluções apresentadas por nossa instituição beneficiam os produtores rurais de todas as regiões brasileiras. O lançamento da Assistência Técnica e Gerencial do Senar no Rio Grande do Sul é mais uma demonstração de que o Senar, as administrações regionais e as federações estão atuando de maneira integrada”, enfatizou Carrara.

O objetivo da ATeG do Senar é oferecer transferência de tecnologia e melhores práticas de gestão. “Isso vai garantir que os técnicos recomendem a tecnologia adequada para cada propriedade com o intuito de melhorar a renda do produtor, pois nem sempre a tecnologia mais avançada é a mais adequada para a propriedade”, disse Carrara.

Em todas as regiões do Brasil, a ATeG do Senar já beneficiou mais de 116 mil propriedades rurais de 21 atividades agropecuárias com foco no aumento da produtividade, gerenciamento dos custos e melhoria de renda dos produtores rurais.

De acordo com o presidente do Sistema Farsul/Senar-RS, Gedeão Pereira, a ATeG pode contribuir para aumentar a eficiência da agropecuária brasileira:

“Há cerca de 40 anos, o Brasil era importador de alimentos. Hoje, o cenário é bem diferente e somos um dos maiores exportadores de alimentos do mundo. Portanto, a assistência técnica e gerencial oferece recursos para que o produtor saiba como aumentar a produtividade e gerenciar todas as atividades da propriedade”.

Segundo o superintendente do Senar/RS, Eduardo Condorelli, há potencial para alcançar até 10 mil produtores rurais no Rio Grande do Sul ainda neste ano, incluindo novos segmentos produtivos.

“A produção assistida vai ajudar o produtor a realizar o manejo de forma adequada por meio dos dados técnicos produtivos e econômicos da propriedade. Quando os ajustes no manejo não forem suficientes, os técnicos também farão a análise dos melhores investimentos e adequações tecnológicas para cada propriedade”.

Após o lançamento da ATeG, no Sindicato Rural de Camaquã, a comitiva seguiu foi até a Granja Cariola para a primeira visita da equipe do Senar.

A propriedade tem área de 2 mil hectares e se dedica à produção de soja, arroz e pecuária de corte com 700 animais. O atendimento da ATeG será focado na bovinocultura de corte.

“Temos alguns indicadores, mas falta saber, por exemplo, o valor do custo de quilo por terneiro. A gente vai aproveitar o conhecimento que o Senar oferece, por meio de seus técnicos, para ter maior renda na propriedade e controle para cada atividade da propriedade”, assinalou Celso Bartz, um dos proprietários da Granja Cariola.

O evento de lançamento também contou com a presença de representantes do Conselho de Administração do Senar/RS; do secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Mapa, Fernando Schwanke, de representantes da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag-RS) e de produtores rurais da região.

Da Sistema CNA/Senar

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta