Conab: Safra de grãos 2019/2020 deve alcançar recorde de 251,9 milhões de t

soja graos colheitadeira embrapa
Foto: Embrapa

A produção brasileira de grãos na temporada 2019/2020 deve ser recorde, atingindo 251,9 milhões de toneladas, com aumento de 4,1% sobre o ciclo passado e ganho de 9,9 milhões de t. Os números constam do 6% levantamento de safra da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado nesta terça-feira 10.

Segundo a companhia, as condições climáticas estão favorecendo as lavouras de grãos nas principais regiões produtoras. “A perspectiva é que os níveis de produtividade apresentem bom desempenho, sobretudo para as lavouras de soja e milho, que impulsionam o volume total e devem garantir mais um recorde na safra de grãos do país”, diz a Conab em nota.

A área total deve crescer 2,4%, alcançando cerca de 64,8 milhões de hectares. As culturas de primeira safra estão respondendo por 46,5 milhões de hectares (71,7%), enquanto as de segunda, terceira e de inverno, por 18 milhões de hectares (28,3%).

A área das lavouras de soja nesta safra é 2,6% maior, com expectativa de boa produtividade, de acordo com a Conab. A produção estimada é de 124,2 milhões de t, acréscimo de 8%, o que confirma mais um recorde da série histórica, graças à boa distribuição de chuvas, sobretudo nos estados do Centro-Oeste, onde estão adiantadas as etapas de colheita.

A produção total do milho 1ª e 2ª safras deve superar 100 milhões de t, com crescimento de 0,4% acima da safra passada, tendo como estímulo as boas cotações do cereal no mercado internacional.

A estimativa de área semeada do milho 1ª safra é de 4,23 milhões de hectares, 3,2% maior que o da safra 2018/19. A 2ª safra começou a ser semeada em janeiro e segue ocupando o espaço deixado pela colheita de soja. A projeção é que a área cresça 2,1%, tendo em vista a rentabilidade produtiva e as condições climáticas favoráveis. A 3ª safra está estimada em 1,2 milhão de t.

Após crescimento significativo nas duas últimas safras, a área de algodão sinaliza um crescimento de menor variação, de cerca de 3,3%, chegando a 1,7 milhão de hectares. A produção, também recorde, deve alcançar 2,85 milhões de t de pluma, e de 4,28 milhões de toneladas de caroço, com aumente de 1,6 % frente a safra passada.

Já a colheita de feijão 1ª safra deve alcançar 1,05 milhão de t, aumento de 6,1%. A estimativa de elevação de área é de 0,2%. A 2ª safra, que está no início do cultivo, deve ocupar pouco mais de 1,4 milhão de hectares, mesma área do ciclo passado. As maiores áreas estão, neste período, em Minas Gerais, Mato Grosso e no Paraná.

A safra de arroz, por sua vez, apresenta redução de 2,4% na área cultivada, totalizando 1,6 milhão de hectares e uma produção de 10,5 milhões de t, 0,8% acima da alcançada em 2018/19.

Confira os números completos do 6º Levantamento – Safra 2019/20 no Portal da Conab.

*Com informações da Conab

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta