Coronavírus: “Empresários, rurais e urbanos, precisam reforçar área de saúde”

gil reis print screen camara
Gil Reis, consultor em agronegócios – Foto: Divulgação

Gil Reis*

Está na hora de o empresariado brasileiro, urbano ou rural, assumir a luta, neste momento em que vivemos a pandemia do coronavírus, para que as empresas possam sobreviver e evitar a falência da nossa economia, a fim de que não transformemos os 13 milhões de desempregados em 30 milhões.

Paralelamente às medidas já anunciadas pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e às providências tomadas por algumas empresas e entidades empresariais, dá para fazer mais. Como, por exemplo:

  1. Cada empresa contratar, além de médico do trabalho já obrigatório, um especialista para atendimento dos funcionários de forma que eles não corram para os postos de saúde;
  2. Contratar médicos e pessoal de enfermagem para atendimento nos postos de saúde.

Esta é a alternativa que os empresários têm para que o governo não venha a tomar medidas ainda mais duras, como o fechamento de empresas, por falta de opções.

Afinal, o sistema de saúde tem atendido, bem ou mal, razoavelmente à população. Só que não aguentará a corrida de milhares de pessoas aos postos de saúde.

Tudo é uma questão de custo-benefício. As medidas duras do governo se destinam a proteger o sistema de saúde que tanto tem servido à população. Não precisamos confrontar o governo e depois chorar pelos cantos.

*Consultor em agronegócio

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta