Custo de produção do leite tem alta em fevereiro, segundo o Cepea

leite ordenha produtores imea divulgacao
Foto: Imea/Gov. MT/Divulgação

O pecuarista de leite continua gastando mais para produzir. Em fevereiro, os custos de produção da pecuária leiteira aumentaram 0,7% na comparação com janeiro, levando-se em conta a “Média Brasil” (BA, GO, MG, PR, RS, SC e SP), de acordo com o Boletim do Leite de fevereiro do Cepea/Esalq/USP.

A exemplo do primeiro mês do ano, os principais fatores que contribuíram para o aumento nos custos de produção foram as elevações na mão de obra, acompanhando o segundo reajuste no salário mínimo, e na ração, informa Ivan Barreto, da equipe de Leite do Cepea.

Os preços dos alimentos concentrados utilizados na nutrição dos rebanhos leiteiros registraram alta de 4,74% no acumulado de 2020, na esteira da valorização do milho. Para o cereal, os aumentos são de 7,22% neste ano e de 18,82% entre fevereiro de 2019 e o mesmo mês de 2020 (valores corrigidos pelo IGP-DI fev/20).

Apesar da elevação de 2,33% dos custos de produção neste ano, a margem do produtor não foi deteriorada, uma vez que o preço do leite subiu 4,83% no acumulado de 2020.

Clique aqui para ler o Boletim do Leite de fevereiro do Cepea.

Da redação, com informações do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta