Mandioca: Moagem na indústria de fécula diminui 37%

Foto: Vanderlei Santos/Embrapa

Os poucos agricultores que dispõem de lavouras de mandioca com mais de um ciclo, inclusive acima de 24 meses, continuam intensificando a colheita. Segundo colaboradores do Cepea, esta é a matéria-prima que tem suprido a demanda industrial, mas que, em condições normais de mercado, não seria suficiente para atender à necessidade total.

Por conta da baixa procura por derivados, parte da indústria diminuiu ainda mais o ritmo de moagem nos últimos dias, chegando até mesmo a interromper as atividades. Além disso, devido ao feriado na sexta-feira, 10, houve também uma redução de dias trabalhados. Como resultado, a quantidade de raízes processadas por fecularias recuou 37%, somando 27,8 mil toneladas.

Quanto aos preços, entre 6 e 9 de abril, a média nominal a prazo para a tonelada posta fecularia foi de R$ 365,71 (R$ 0,6360 por grama de amido), baixa de 2,5% frente à do período anterior.

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta