Produtores rurais, “grandes agentes de saúde pública”

Foto: Nicoli Dichoff/Embrapa

João Carlos Rodrigues//Da Redação AGROemDIA

O produtor de leite, de forma indireta, pode ser considerado como um “agente de saúde pública”, uma vez que o produto e seus derivados são consumidos por uma grande parte da população, escreve a médica-veterinária Karina Neoob, pesquisadora da Embrapa Tabuleiros Costeiros, em artigo em que ressalta a importância da adoção das boas práticas agropecuárias na produção de queijo coalho artesanal.

Tem razão a veterinária Karina Neoob. De fato, os pecuaristas do setor leiteiro são “grandes agentes de saúde pública”. Afinal, eles são o primeiro elo da cadeia leiteira a garantir a sanidade do leite e dos derivados que chegam cotidianamente à mesa do consumidor de todas as classes sociais em todo o país.

Se olharmos para o campo além das propriedades leiteiras, veremos que também os demais produtores rurais cumprem o papel de “grandes agentes de saúde pública”, porque todos têm a atribuição de ser o primeiro elo de suas respectivas a zelar pela sanidade dos alimentos, além da qualidade do que é entregue ao mercado consumidor.

Temos mais de 15 milhões de “grandes agentes de saúde pública” ocupados em cerca de 5,1 milhões de propriedades rurais espalhadas Brasil afora, segundo o IBGE. São pequenos, médios e grandes produtores rurais trabalhando nas lavouras, pastagens e granjas para produzir o medicamento mais essencial à vida: a alimentação.

Nestes tempos de pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o cultivo de grãos – soja, milho, arroz, feijão, trigo etc –, de hortaliças, legumes, raízes e frutas e as criações de gado, suínos, aves e peixes são a base para que possamos reforçar a nossa proteção contra este inimigo invisível.

Não por acaso, a agropecuária precisa continuar em atividade, sob o risco de o Brasil vir a enfrentar o desabastecimento de comida. Por isso, o agro não para. Nem os produtores, estes “grandes agentes de saúde pública”, responsáveis pelo cultivo de diferentes culturas e pela criação de animais para que possamos seguir em frente, mesmo que em isolamento social.

Feliz Páscoa, produtoras e produtores rurais.

 

 

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta