Basa anuncia R$ 5 bilhões para o Plano Safra da Região Norte

O Banco da Amazônia (Basa) anunciou a destinação de R$ 5 bilhões para o Plano Safra Regional 2020/2021. O valor representa um aumento de 25% em relação à temporada passada. O pacote de recursos e as taxas de juros foram anunciados durante transmissão no canal do Youtube da instituição, com a participação da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Segundo o presidente da Comissão Nacional de Desenvolvimento da Região Norte da CNA e da Federação de Agricultura e Pecuária do Amazonas (Faea), Muni Lourenço, o anúncio dos recursos traz previsibilidade e estabilidade nas regras para o planejamento do produtor rural, que neste momento precisa recompor fluxo de caixa e capacidade de investimento.

“Foi importante saber que as linhas de fomento à agropecuária tiveram acréscimo de volume em relação ao plano anterior. Além disso, o Banco da Amazônia está ampliando a disponibilidade de investimentos em inovações tecnológicas, fator chave do sucesso da agropecuária sustentável brasileira”, disse Muni.

No evento online, o presidente do Banco da Amazônia, Valdecir Tose, afirmou que a instituição tem trabalhado para incentivar os produtores da região a contratarem crédito para financiar projetos sustentáveis. “Empreender e produzir na Amazônia são desafios adicionais. Nosso papel é conceder crédito rural de forma eficiente, obedecendo nossa política de responsabilidade socioambiental.”

Juros

Os juros para os agricultores que se enquadram no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) serão de 2,75% a 4% ao ano. Já para o Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO), as taxas anunciais para contratação de custeio serão de 4,4% para mini e pequenos produtores, de 4,65% para os médios e de 4,86% para os grandes.

“A CNA definiu a redução da taxa de juros do crédito rural como prioridade nas propostas para o Plano Agrícola e Pecuário 2020/2021. É fundamental a redução da burocracia e a busca pela agilização do acesso aos financiamentos. Esses recursos precisam chegar aos produtores com taxas compatíveis com a realidade atual”, ressaltou Muni.

O diretor comercial do Basa, Francimar Maciel, apresentou os resultados do último Plano Safra. De acordo com ele, o crédito rural aplicado até maio deste ano, nas modalidades custeio e investimento, teve acréscimo de 22,7%, e 31,7%, respectivamente, com relação ao mesmo período do Plano Safra anterior.

Também participaram da transmissão a subsecretária de Fundos e Incentivos Fiscais do Ministério de Desenvolvimento Regional (MDR), Karen Cremer; o diretor de Crédito e Informação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Wilson Vaz de Araújo; e o consultor sênior em Crédito e Desenvolvimento Rural do Instituto Conexsus, João Luiz Guadagnin.

 

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta