Abraleite: PAA Leite vai apoiar pequenos produtores com R$ 130 milhões

A destinação extraordinária de R$ 130 milhões para o PAA Leite é importante para apoiar os pequenos pecuaristas leiteiros neste momento de incertezas econômicas provocadas pela pandemia da covd-19 e, ao mesmo tempo, garantir a segurança alimentar de pessoas em situação de vulnerabilidade social, avalia o presidente da Abraleite (Associação Brasileira dos Produtores de Leite), Geraldo Borges.

“Esta é uma das medidas que apoiarão a cadeia produtiva do leite, com o governo adquirindo R$ 130 milhões em leite de pequenos produtores para doar às pessoas vulneráveis socialmente”, disse Geraldo Borges ao AGROemDIA. De acordo com ele, a destinação de recursos extraordinários para PAA Leite era uma das reivindicações que Abraleite vinha fazendo ao governo federal.

O PAA Leite é voltado a pequenos produtores da Região Nordeste e do norte de Minas Gerais. Segundo Geraldo Borges, o programa é uma dupla ajuda social, por beneficiar a população vulnerável e os agricultores familiares. “Mesmo não sendo um grande montante, esses recursos vão ajudar o setor da produção de leite neste momento de incertezas causadas pela pandemia.”

Geraldo Borges, presidente da Abraleite – Foto: Elio Rizzo/AGROemDIA

Pandemia

Por causa da pandemia da covid-19, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) propôs a abertura de crédito extraordinário de R$ 500 milhões para o PAA. Os recursos foram liberados por meio da Medida Provisória (MP) 957.

Do total, R$ 220 mi se destinam à compra de alimentos de agricultores familiares organizados em associações e cooperativas, R$ 150 mi à aquisição de alimentos de produtores familiares individuais e R$ 130 mi para o PAA Leite, que beneficia  agricultores familiares, empreendedores familiares rurais, cooperativas e outras organizações que tenham declaração de aptidão ao Pronaf.

As normas de Incentivo à Produção e ao Consumo de Leite, via PAA (Programa de Aquisição de Alimentos), constam de resolução publicada no Diário Oficial da União pela Secretaria Nacional de Inclusão Social e Produtiva do Ministério da Cidadania, na sexta-feira 4. A gestão do PAA é feita pela pasta da Cidadania.

Conforme Geraldo Borges, o secretário nacional de Inclusão Social e Produtiva do Ministério da Cidadania, Ênio Marques, destacou que a resolução inova “ao estabelecer critérios claros que garantirão transparência e atendimento aos produtores e localidades com maiores graus de vulnerabilidade social”.

Clique aqui para acessar a resolução.

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta