Agro responde por 79,6% das exportações goianas em julho; China puxa importações

Foto: CNA/Divulgação

O agronegócio dominou as exportações de Goiás em julho. Dos US$ 799,3 milhões exportados pelo estado no mês passado, 79,6% foram provenientes do agro, o equivalente a US$ 636,3 milhões, informa a Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), com base em dados do Ministério da Economia.

No acumulado de janeiro a julho, a participação do agro nas exportações goianas ainda maior: 81,1%. Isso representa mais de US$ 3,9 bilhões dos cerca de US$ 4,9 bi exportados pelo estado.

Entre os destaques das exportações do agro no mês passado, estão o complexo soja, com US$ 357,8 milhões, alta de 39,2% em relação a julho de 2019; carne bovina, com US$ 134,7 mi (aumento de 74,4% em igual comparação); e o café, com US$ 4,2 mi (crescimento de 529,3% na mesma comparação).

De janeiro a julho deste ano, os maiores percentuais de crescimento de exportações do agro foram os do café (+1.776,4% em relação ao mesmo período de 2019, com mais de US$ 18,5 milhões); carne suína (+173,8% em igual comparação, somando US$ 7,4 mi) e complexo soja (+40%, totalizando US$ 2,6 bilhões).

Principal destino

Conforme a Seapa, a China foi o principal importador do agro goiano. Dos embarques do complexo soja em julho, 63,7% foram para o país asiático (mais de US$ 227,7 milhões). No acumulado de janeiro a julho, as compras chinesas da oleaginosa e seus derivados representaram 70,5% (mais de US$ 1,8 bilhões) das vendas de Goiás.

As vendas de carne bovina goiana para China também estão em alta. Em julho, elas cresceram 63,5% (US$ 85,5 milhões), e no acumulado do ano, 57,9% (US$ 382,4 milhões).

De acordo com o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto, os números de exportação do agronegócio goiano mostram a importância do segmento para movimentar a economia do estado.

“A cada nova divulgação do Ministério da Economia, percebemos que o agro domina as exportações goianas. Isso é reflexo do fortalecimento da cadeia produtiva agropecuária no estado, que não parou por causa da pandemia de covid-19, garantindo a exportação e abastecimento de alimentos no mercado interno.”

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta