Cepea: Exportação de ovos in natura é a menor em quase 15 anos

Foto: Paulo Pinto/FotosPúblicas

Os embarques de ovos in natura, que já estavam em baixos patamares, tiveram novo recuo em setembro, registrando o menor volume desde maio de 2006, conforme dados da Secex compilados pelo Cepea.

Em outros momentos, as exportações já foram a alternativa do setor para escoar parte da produção, enquanto neste ano, a drástica redução dos embarques reforça o cenário de oferta elevada, que vem pressionando as cotações internas desde maio.

Em setembro, o Brasil exportou 50,1 toneladas de ovos in natura, volume 27,4% abaixo do registrado em agosto e ainda 63,3% menor que a quantidade embarcada em setembro de 2019.

No mercado interno, levantamento do Cepea junto a colaboradores do setor de ovos mostra que a forte onda de calor entre o fim de setembro e o início de outubro resultou no aumento da mortalidade das poedeiras nas principais regiões produtoras.

Esse cenário, ainda de acordo com colaboradores, tende a limitar a produção no curto e médio prazo. As altas temperaturas também reduziram a oferta dos ovos maiores, o que, somado ao incremento na demanda por conta do pagamento dos salários de muitos consumidores no início do mês, alavancou as vendas e consequentemente as cotações.

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta