Produtores de leite do Rio Grande do Sul usam trigo para fazer silagem

Foto: Emater/RS/Divulgação

Produzida com uma cultivar de trigo especial, que tem bastante proteína e energia, a silagem feita com o cereal é mais uma alternativa para manter os animais bem alimentados, especialmente no período em que as chuvas são escassas e falta pasto no campo.

Em um contexto de escassez, usar trigo para fazer silagem tem sido uma boa alternativa para a família Gräff, do município de Condor, na região de Ijuí. “Este ano, tivemos uma frustração na safra. Então, resolvemos plantar o trigo, para nós é uma novidade, né”, disse o jovem Maiquel Gräff.

O trigo desenvolvido para a silagem não tem aqueles filamentos, as chamadas aristas, justamente para facilitar a digestão do gado. A planta deve ser picada de 0,5 cm a 1,5 cm de comprimento. Imediatamente após a colheita, o produtor enche o silo. Com o trator, ele faz a compactação, para expulsar o oxigênio do silo e facilitar a fermentação. No cocho, a silagem de trigo agrada o paladar do rebanho.

“O nosso objetivo é aproveitar melhor as áreas de inverno e melhorar a bovinocultura de leite”, justificou a extensionista, Roseli Seitenfuss.

Da Emater/RS

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta