Abapa vai à escola para levar conhecimento sobre a agricultora do oeste baiano

Foto: Abapa/Divulgação

O Programa Educacional Conhecendo o Agro da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) finalizou neste mês de novembro o planejamento pedagógico, que envolveu a entrega de cartilha educativa sobre o setor agrícola para o uso em atividades junto aos estudantes da rede municipal de ensino. Durante dois meses, foram realizados 37 encontros, que contaram com a participação de 470 professores e gestores das unidades escolares de nove municípios do oeste da Bahia. O programa educacional da Abapa também promoveu a campanha “Sou de Algodão”, voltada ao incentivo no uso da fibra no vestuário, com a distribuição de camisetas para os professores e gestores participantes.

Para a professora Maria Helena, da Escola Municipal Professora Carmem Miranda Arruda de Lima, de Riachão das Neves, a parceria é relevante para levar a realidade da produção de agrícola para os estudantes. “De fato, algumas crianças e adolescentes ainda não conhecem o que a região produz com a agricultura. Estamos aos poucos integrando esta realidade no contexto pedagógico. Temos planos de promover atividades práticas, mas, neste momento, estamos focados nas ações virtuais, por meio de áudios e vídeos, já utilizando as informações da cartilha educativa.”

Em Luís Eduardo Magalhães, Camila Fernanda, gestora da Escola Municipal Ottomar Schwengber, relata que a inserção de conteúdos voltados para o setor agrícola surte efeito imediato e positivo junto aos estudantes. “Embora muitos deles sejam filhos de funcionários de fazendas e postos de trabalhos ligados à agricultura, a maioria nunca conheceu uma plantação de algodão, por exemplo. Estamos levando essa realidade, sabendo que no futuro essa maior relação com a realidade do agronegócio poderá trazer benefícios, e inclusive, nortear a vida destes futuros profissionais no mercado de trabalho.”

Para o presidente da Abapa, Júlio Cézar Busato, o programa educacional Conhecendo o Agro pode trazer uma mudança do envolvimento das pessoas das cidades ao campo, valorizando o que vem da terra e o quanto a atividade agrícola contribui para a geração de emprego e renda na região. “As crianças, muitas vezes, estão diretamente envolvidas no meio agrícola e não sabem de onde vêm o alimento e a fibra produzida na região. Nosso objetivo, por meio do projeto, é levar a realidade do campo para a cidade”, reforça.

Além do planejamento pedagógico, os professores das escolas municipais de Barreiras, Baianópolis, Correntina, Cocos, Formosa do Rio Preto, Jaborandi, Luís Eduardo Magalhães, Riachão das Neves e São Desidério, integrantes do programa educacional Conhecendo o Agro, participaram nos meses de julho e agosto de um curso de formação técnica em “Agronegócio, Educação Ambiental e Sustentabilidade do Campo”, com carga horária de 8 horas/aula, por meio de uma plataforma virtual.

Da Aiba

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta