Competitividade da carne de frango é recorde em 2020, diz Cepea

Foto: Lucas Scherer/Embrapa

Em 2020, o menor poder de compra da população brasileira diante da crise gerada pela pandemia de covid-19 levou demandantes a migrar para proteínas mais baratas, como a carne de frango. Apesar da valorização da proteína e do animal vivo na média do ano, as altas nos preços foram menos intensas do que as registradas para as principais substitutas – no acumulado de 2020 (de 2 de janeiro a 28 de dezembro). Enquanto as carnes bovina e suína se valorizaram expressivos 35% e 32%, respectivamente, as cotações da de frango avançaram menos, 9%.

PRODUTOR, CLIQUE AQUI para fazer a inscrição no Cadastro Ambiental Rural (CAR). O prazo vai até a próxima quinta-feira, dia 31 de dezembro.

Com isso, as diferenças entre os preços do frango inteiro e os das carcaças bovina e suína atingiram recordes em 2020, resultando em aumento de competitividade da proteína avícola frente às concorrentes. Já o poder de compra do avicultor frente aos principais insumos de alimentação consumidos na atividade diminuiu, visto que tanto o farelo de soja quanto o milho registraram intensa escalada nos preços em 2020.

UTILIDADADE PÚBLICA: CLIQUE AQUI para saber tudo sobre o plano safra 2020/21: Programas, linhas de crédito, limites de financiamento, juros, prazos de pagamento etc.

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: