Indicador do arroz recua 3% e fica em R$ 80,57 a saca; colheita termina no RS

Foto: Irga/Gov. RS

A maior oferta e a demanda enfraquecida por arroz têm elevado o excedente disponível, o que pressionou as cotações nos últimos dias. Assim, segundo dados do Cepea, as cotações retornaram ao patamar dos R$ 80,00/saca de 50 quilos.

Entre 18 e 25 de maio, o Indicador ESALQ/SENAR-RS, 58% grãos inteiros (média ponderada e pagamento à vista), recuou 3%, fechando a R$ 80,57/sc de 50 kg nessa terça-feira, 25.

No campo, a colheita da temporada 2020/21 foi encerrada no Rio Grande do Sul, de acordo com a Emater/RS. De modo geral, orizicultores estão satisfeitos com a produtividade das lavouras.

Nos demais estados produtores, dados da Conab apontam que, até o dia 15, a colheita havia alcançado 97% da área total no Tocantins, 94,4% em Mato Grosso e 50% no Maranhão.

Do Cepea

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: