Dólar forte sustenta preço trigo no Brasil, diz Cepea

Foto: Embrapa

Os preços do trigo seguem firmes no Brasil, principalmente no mercado de lotes, devido ao dólar bastante valorizado frente ao Real. Entre 25 de outubro e 1º de novembro, a moeda norte-americana subiu 2,25%, para R$ 5,671 na segunda-feira, 1º. Esse cenário é observado mesmo com o período de colheita no Brasil. Além disso, os valores no mercado internacional continuam elevados.

Em relação à liquidez, segundo colaboradores do Cepea, as negociações do trigo não estão ocorrendo de forma intensa, com produtores armazenando o cereal de melhor qualidade. A expectativa é negociar no primeiro semestre de 2022, quando sazonalmente os preços ficam acima da média anual.

No campo, a produção no Paraná foi revisada para baixo (de 3,53 milhões de toneladas no relatório de setembro para 3,24 milhões de t no de outubro), ainda devido à estiagem em meses anteriores, que reduziu o potencial produtivo das lavouras. Ainda assim, a produção do estado deve ser superior à da temporada anterior (3,19 milhões de toneladas), em decorrência da maior área destinada ao cereal, que atingiu 1,2 milhão de hectares, elevação de 7% no mesmo comparativo.

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: