Com apoio do Senar, pecuarista vê produção de leite crescer 228% em 2 anos

Produtor Eliéser Américo, de MS, tem assistência do Senar há dois anos – Foto: Divulgação/Famato

O produtor de leite Eliéser Américo multiplicou os indicadores de produtividade na sua propriedade, em Itaquiraí (MS). Segundo ele, esse desempenho foi possível graças às orientações sobre nutrição das vacas recebidas durante dois anos de acompanhamento da Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) em Bovinocultura de Leite do Senar/MS.

No início das visitas técnicas do Senar, a produção diária de Eliéser era de 48,5 litros de leite. Após as recomendações da ATeG, o indicador saltou para 159,3 litros de leite por dia, um aumento de 228%.

“Antes era muito ruim a situação da propriedade. A gente não tinha uma direção de fato. Perdi muitos animais, não tinha estratégia. Depois que o Senar chegou, mudei muito. A minha realidade mudou totalmente”, relata o produtor.

Outro indicador em evolução após a chegada do Senar foi a produção de leite por vaca no dia. No início da assistência era de 4,04 litros por animal. Após dois anos de atendimento, a propriedade atingiu 10,8 litros por vaca/ dia. Isso sem grandes alterações no rebanho, que era de 18 vacas no início da ATeG e passou para 19.

Conforme o Senar/MS, esses resultados são reflexo dos ajustes no manejo nutricional dos animais e na reprodução, com aumento da taxa de vacas em lactação de 66% para 79%.  Não houve qualquer alteração no tamanho da área, apenas a sua intensificando.

“Agora, temos piquete de Capiaçu, de Curumim, de aveia para o inverno e silagem debaixo da lona. O Senar auxiliou em todos esses aspectos. Comecei acompanhar mais de perto as questões de manejo e financeira. Houve uma transformação em nossas vidas, tanto da família como da propriedade”, diz o produtor.

A estância Vem Quem Quer”, de Eliéser, foi tema da série #TransformandoVidas, do Senar/MS, e do Dia de Campo Virtual em Bovinocultura de Leite do Senar/MS.

Do Sistema Famasul

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: