Produção de milho deve ser recorde em 2021/22; preço segue em alta

Foto: Tony Oliveira/Sistema CNA/Senar

Apesar de novas estimativas divulgadas na semana passada indicarem produções elevadas no Brasil (segundo a Conab, a produção total de milho na safra 2021/22 pode atingir 117,18 milhões de toneladas, um recorde) e no mundo, os preços do milho seguem em alta nos mercados interno e externo.

No spot nacional, segundo pesquisadores do Cepea, as cotações são sustentadas pelo clima desfavorável no Sul do país, importante produtor da safra verão. Produtores estão atentos ao baixo volume de chuvas, que vem prejudicando o desenvolvimento das plantas.

O Indicador ESALQ/BM&FBovespa (Campinas – SP) subiu 1,38% de 3 a 10 de dezembro, fechando a R$ 88,06/saca de 60 kg na sexta-feira (10).

Do Cepea

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: