Câmara dos Deputados retira projeto que taxava exportação de milho

Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados

A Câmara dos Deputados retirou, nesta quarta-feira (2), o Projeto de Lei 2.814 de 2021, que permitia a criação de imposto sobre as exportações de milho até 31 de dezembro de 2022. O objetivo da proposta era assegurar o abastecimento interno do grão. A autora do texto é a deputada federal Soraya Manato (PSL). Ela recebeu críticas de várias entidades do setor rural, como a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT).

O projeto, que chegou a ser classificado pelos agricultores como uma “aberração”, desconsidera que a produção do grão no país é superior ao consumo interno, o que, de acordo com a Aprosoja-MT, não justifica criar entraves às exportações.

Outro detalhe apontado pela associação é que o produtor rural não escolhe o destino da sua produção, mas sim a indústria adquirente, que a entrega àqueles com quem firmou contratos antecipados, mecanismo de compra que está à disposição também aos players internos.

Ainda segundo a Aprosoja Mato Grosso, “soma-se a isso o déficit de armazenagem do país, que afeta produtores e compradores nacionais e obriga que o escoamento da safra ocorra concomitantemente à colheita”.

Aprosoja-MT enviou ofícios a parlamentares pedindo o arquivamento do projeto. Após a repercussão negativa do entre os produtores do grão, Soraya Manato solicitou a retirada da proposta.

 

 

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: