Custo de produção do leite sobe 2,4% em janeiro, diz Embrapa

Foto: Divulgação/Embrapa

Os custos de produção do leite começaram 2022 subindo, mantendo uma tendência observada ao longo de quase todo 2021. “O primeiro mês do ano apresentou crescimento da inflação, desta vez puxada pelo reajuste da mão-de-obra”, diz o mais recente boletim do Centro de Inteligência do Leite (CILeite), da Embrapa Gado de Leite, divulgado nesta sexta-feira (11). Com isso, segundo a publicação, o Índice de Custo de Produção de Leite da Embrapa (ICPLeite/Embrapa) aumentou 2,4% em janeiro.

No acumulado em 12 meses, a inflação dos custos de produção do leite atingiu 25,4%, ultrapassando a inflação acumulada em dezembro de 2021, informa a publicação, assinada pelos pesquisadores Paulo do Carmo Martins, Samuel José de Magalhães Oliveira, Manuela Sampaio Lana e Alziro Vasconcelos Carneiro, da Embrapa Gado de Leite.

Conforme o boletim, “o custo de produção de leite vinha apresentando desaceleração no crescimento dos preços de insumos e serviços usados para a produção de leite a partir de outubro de 2021. Mas, essa tendência foi interrompida em janeiro e os custos de produção subiram 2,4%.”

De acordo com a publicação, o principal grupo responsável pelo crescimento de custos em janeiro foi Mão-de-obra, cujos salários tiveram reajuste anual por força de lei.

Todos os demais apresentaram variações menores que o ICPLeite/Embrapa, incluindo os grupos de Alimentação, recordistas de aumento de 2021. “Em janeiro, os preços do grupo Concentrado variaram 1,1%, Volumosos 0,3% e Minerais registrou queda de -0,1%. Os demais grupos que compõem o ICPLeite/Embrapa registraram variações próximas de zero e pouco impactaram os custos no mês.”

“Nos últimos 12 meses o ICPLeite/Embrapa acumulou um crescimento de custos de 25,4%, com destaques para o grupo Volumosos, que teve os custos alterados em 71,4%, em função da variação dos preços dos adubos e defensivos. O grupo Minerais registrou a segunda maior alta, com taxa anual acumulada em 46,6%, seguido por Energia e Combustível (25,1%). Os grupos Concentrado e Mão-de-Obra, dois itens de peso expressivo no cálculo do ICPleite/Embrapa, tiveram variação anual de 16,1% e 6,2%. Qualidade do Leite e Sanidade e Reprodução acumularam respectivamente variações de 8,7% e 5,6%.”

Clique aqui para ler o mais recente boletim do CILeite

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: