Índice de preços ao produtor começa 2022 em alta, segundo o Cepea

Imagem: Divulgação/Aiba

O IPPA/Cepea (Índice de Preços ao Produtor de Grupos de Produtos Agropecuários) iniciou 2022 em alta. De dezembro/21 para janeiro/22, o IPPA/Cepea avançou 3%, em termos nominais, como resultado das elevações observadas nos Índices de grãos e cana-café, de 6,6% e 1,3%, respectivamente.

O desempenho desses dois grupos, inclusive, amenizou o impacto negativo da queda observada para o IPPA-Hortifrutícolas, de 10,4%. O IPPA/Pecuária, por sua vez, ficou praticamente estável (-0,04%).

Pela primeira vez desde agosto, todos os produtos que compõem o grupo de grãos se valorizaram, com destaques para algodão em pluma, milho e soja.

Conforme pesquisadores do Cepea, os estoques de passagem de algodão atingiram o menor patamar desde a safra de 2017/18. Isso, juntamente da escassez de oferta diante da aceleração da demanda, ajuda a explicar os elevados patamares de preços.

Quanto ao milho, a demanda aquecida e os níveis de estoques baixos deram suporte aos preços.

No caso do grupo de alimentos formado por café e cana-de-açúcar, ambos os produtos acumularam altas sucessivas em todos os meses de 2021. Mais recentemente, a expectativa de quebra de safra estimulou o avanço expressivo dos preços do café.

Na pecuária, em que pese a alta dos preços do boi gordo, houve queda expressiva dos preços do suíno vivo, que registraram o menor patamar, em termos reais, desde 2018. O recuo se deve aos elevados estoques de carne e de animais, resultantes do volume de vendas abaixo do esperado em dezembro.

No caso dos hortifrutícolas, as maiores reduções foram observadas nos preços da batata, da banana e do tomate, influenciadas, entre outros fatores, pelo aumento da oferta.

Na mesma comparação, o IPA-OG-DI Produtos Industriais, calculado e divulgado pela FGV, caiu 2,54% – logo, de dezembro para janeiro, os preços agropecuários subiram frente aos industriais da economia.

Do Cepea

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: