Volatilidade externa mantém indefinição nos preços do café arábica

Foto: Pixabay License

As cotações do café arábica vêm oscilando nos últimos dias, devido à alta volatilidade dos futuros e do dólar. Nesse cenário, agentes estão retraídos, e o ritmo de negócios está lento.

Na terça-feira, 22, o Indicador CEPEA/ESALQ encerrou a R$ 1.276,97/sc, elevação de 1,18% frente ao da terça anterior, 15 – na parcial deste mês, no entanto, a baixa é de 11%. Na Bolsa de Nova York (ICE Futures), os contratos seguem influenciados pelos desdobramentos da guerra entre Rússia e Ucrânia e por fatores técnicos.

Ressalta-se que o conflito vem estimulando a vendas dos contratos de café e pode ter impacto no consumo do produto, tendo em vista problemas nos embarques para a Rússia e o aumento geral dos preços dos alimentos. Agentes também seguem atentos aos impactos nos custos de produção da commodity.

Colheita da safra 22/23

Nas regiões do arábica, a colheita deve se iniciar primeiramente nas Matas de Minas (Zona da Mata) no final de abril, de forma pontual. Para o restante das praças mineiras, em São Paulo e no Noroeste do Paraná, as atividades devem começar em maio.

Do Cepea

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: