Com vendas à China em queda, outros destinos garantem bom desempenho das exportações de carne de frango

Foto: APPA/Divulgação

As exportações brasileiras de carne de frango para a China estão enfraquecidas, mas os envios a países árabes e europeus vêm crescendo com força. Segundo pesquisadores do Cepea, esse cenário tem garantido que o volume total de proteína embarcado pelo Brasil se mantenha elevado e próximo da quantidade recorde.

De acordo com dados da Secex, 418,2 mil toneladas de carne foram exportadas pelo Brasil em abril, leve recuo de 0,1% frente a março, mas 5,7% acima do volume de abril/21. Além disso, a quantidade esteve próxima da recorde, de 463,9 mil toneladas, registrada em julho de 2018.

Pesquisadores do Cepea ressaltam que a demanda internacional aquecida pela carne de frango brasileira tem resultado em alta no preço médio da proteína. Assim, a receita adquirida por exportadores nacionais foi recorde em abril.

Vale lembrar que, além da guerra na Ucrânia, importante fornecedor mundial da proteína, crises recentes de influenza aviária têm afetado o fornecimento internacional da carne avícola.

Segundo a Secex, em abril, a receita com os embarques foi de US$ 821,1 milhões, montante recorde da série histórica, sendo 6,5% acima do observado em março e 34,6% maior que o de abril/21.

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: