Valores do trigo sobem no exterior, mas recuam no Brasil

Foto: Julio Albrecht/Embrapa/Divulgação

As cotações do trigo recuaram no Brasil na última semana, principalmente no mercado de lotes, enquanto os preços internacionais subiram. Segundo o Cepea, no cenário externo, as cotações avançaram devido à elevada demanda global, à piora da qualidade das lavouras dos Estados Unidos e a incertezas quanto às exportações de grãos da Ucrânia pelo Mar Negro.

No Brasil, a forte desvalorização do dólar na última semana pressionou as cotações, visto que favorece a importação do cereal. Entre 22 e 29 de julho, o dólar cedeu 5,87%, fechando a R$ 5,178 na sexta-feira, 29.

Levantamento do Cepea mostra que, entre 22 e 29 de julho, as cotações no mercado de lotes (negociações entre empresas) recuaram 3,33% no Paraná, 1,24% no Rio Grande do Sul, 0,94% em São Paulo e 0,39% em Santa Catarina.

No mercado de balcão, porém, os valores ao produtor aumentaram 2,51% em Santa Catarina e 0,76% no Paraná, mas recuaram 1,19% no Rio Grande do Sul. Quanto à comercialização, a baixa disponibilidade de trigo e o fato de moinhos estarem abastecidos no Brasil devem manter os negócios pontuais até a entrada da nova safra.

Da Cepea 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: