Exército investe mais de R$ 3,4 milhões em compras de alimentos da agricultura familiar

agricultura familiar mda
MDS

Agricultores familiares de Roraima e Pernambuco poderão vender sua produção ao Exército, por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), na modalidade de compra institucional. Duas unidades do Exército destinarão mais de R$ 3,4 milhões para chamadas públicas voltadas à aquisição de alimentos. Em ambas, o prazo de envio das propostas e dos documentos de habilitação dos interessados em participar das operações termina no próximo dia 16.

Coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), o PAA possibilita que órgãos da administração pública federal, estadual e municipal comprem, com recursos próprios, produtos da agricultura familiar. Na modalidade de compra institucional, cada agricultor familiar poderá vender até o limite de R$ 20 mil, por ano, para cada órgão comprador. Já para cooperativas ou associações, o limite é de R$ 6 milhões por ano, por órgão comprador.

Na capital Boa Vista, o agricultor Eurites Rosa da Silva, 68 anos, está se preparando para participar da chamada. Ele diz que o programa do governo federal garante segurança de venda aos produtores regionais. “Esta chamada pública tem muita importância, porque dá segurança de compra para nós. A agricultura familiar ainda não tem um mercado definido.”

Economia local

Em Roraima, o 7º Batalhão de Infantaria investirá R$ 3,3 milhões na compra de alimentos. Segundo o comandante da unidade, tenente-coronel Roberto Julian da Silva Graça, a iniciativa garante produtos de boa qualidade.

“Além de cumprir a lei, a compra fomenta a agricultura familiar na região. Vamos comprar dos agricultores familiares, o que vai gerar renda local. Eles são cooperados e nos trazem alimentos mais frescos. Ao adquirir esses produtos, estamos promovendo a inclusão social e incentivando a economia”, diz o tenente-coronel.

Em Pernambuco, o Centro de Preparação de Oficiais da Reserva do Recife investirá R$ 151 mil na compra de frutas, legumes, leite, feijão, arroz, carne e frango.

De acordo com o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do MDS, Caio Rocha, o governo federal está trabalhando para assegurar o fortalecimento da agricultura familiar. O mercado de compras institucionais, acrescenta, tem papel importante para a manutenção das famílias de agricultores no campo: “Queremos fortalecer a agricultura familiar e gerar demanda. A agricultura familiar tem mais de três mil produtos para oferecer”.

AGROEMDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: agroemdia@gmail.com - (61) 992446832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: