Consumidor pode comprar plantas ornamentais direto do produtor no DF

a rajadinha
Divulgação/Emater-DF

Com o início das chuvas, muitas pessoas pensam em montar ou revitalizar o jardim. No núcleo rural Rajadinha II, no Distrito Federal, dez famílias produtoras estão com as portas abertas para receber visitas agendadas até o dia 15 de novembro. Elas participam do Circuito Rajadinha — proposta criada em 2014 pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF) para unir o turismo rural à venda de mercadorias da agricultura familiar.

A maior parte das propriedades envolvidas produz flores e plantas ornamentais, mas também há produção de orgânicos, agroindústria de panificados, artesanato, criação de pássaros exóticos e até uma casa de chás.

Consumidores podem marcar visitas com um dos produtores participantes, conhecer a história e o trabalho de cada um, além de agendar um café da manhã, almoço ou lanche em uma das propriedades que fornecem esse serviço (folder abaixo).

Segundo a engenheira agrônoma e gerente do escritório da Emater-DF em Planaltina, Bruna Beleosoff , o circuito é uma oportunidade de o consumidor comprar diretamente do produtor, com um custo menor, e ter um momento de lazer.

“As propriedades ficam a apenas 45 quilômetros do Plano Piloto. O passeio vale a pena. É possível encontrar moreia, hortênsias, bromélias, por exemplo. E mesmo em períodos em que economizar água é extremamente necessário, ainda é possível manter um jardim bonito. Há diversas opções de plantas que necessitam de pouca manutenção e água. Suculentas, lança-de-são-jorge, agave, yucca e patas de elefante são algumas opções que podem ser encontradas lá”, diz Bruna.

O Circuito

Logo na entrada do circuito, na margem esquerda de quem chega pela DF-130 vindo da zona urbana de Planaltina (veja mapa abaixo), a família de Custódio Fernandes da Silva, de 70 anos, dá as boas-vindas. Primeira do trajeto, a Chácara Flora Brasília tem como carro-chefe a pata-de-elefante, espécie usada em ornamentação e de crescimento lento, com o caule externo e semelhante à pata do animal. Na fase adulta, chega à média de 5 metros de altura.

Mais adiante, é possível conhecer a Chácara Nossa Senhora Aparecida, onde Eunice dos Santos, de 55 anos, cria e vende pássaros exóticos. São vários casais de periquitos australianos e de calopsitas, além de filhotes. Ela começou a criação em 2012, com o auxílio de profissionais do escritório da Emater-DF de Planaltina.

Para ampliar o negócio, Eunice está no segundo crédito do Prospera DF, programa do Governo de Brasília que concede empréstimos para investimentos em maquinários, utensílios e insumos, por exemplo. Com o dinheiro, além de aumentar a capacidade do criatório, ela e o marido, Ângelo Lopes, de 53 anos, adquiriram máquinas e passaram a produzir ninhos.

A próxima parada do circuito é o Sítio Florida, conhecido pela Casa de Chá em que a família Castiglioni serve um farto café colonial para grupos agendados ou em datas comemorativas. Parte dos produtos servidos é oriunda de produção própria, como o iogurte natural. No espaço, também alugado para eventos, há um Museu do Leite. O proprietário do Sítio Florida, Arnoldo Castiglioni, de 65 anos, começou a produzir queijo em 1980. A Casa de Chá veio depois, em 1997.

A família também trabalha com floricultura. Em diferentes cores e tamanhos, as rosas-do-deserto são cultivadas por Arnoldo Castiglioni, que importa da Tailândia as sementes.

Na reta final do roteiro, o visitante pode parar na Freiman Jardins, onde é possível comprar ou alugar plantas. A família também oferece serviço de paisagismo.

Última das dez chácaras, a Isasbelas promove a integração. A dona, Lázara Sousa, de 59 anos, oferece o espaço de lazer — com churrasqueira, piscina, dois cômodos e jogos — para aluguel. Em parceria com Ilcanã Bessa, de 56 anos, moradora da região, incluiu o serviço de alimentação.

Outra que produz algumas delícias é Ana Rosa de Oliveira, da chácara Serra Linda. Ela faz panificados sob encomenda.

a _ chacaras_rajadinha

a _ mapa_rajadinha_agenciabrasilia-768x1097

Da redação, com Emater-DF

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: