Reunião no RS debate projeto de política nacional para erva-mate

a _ hamm erechim

É fundamental estabelecer uma política federal permanente que permita a organização da cadeia ervateira. A avaliação é do deputado Afonso Hamm (PP-RS), autor do projeto de lei que institui a Política Nacional da Erva-Mate. Em busca de contribuição para aperfeiçoar a proposta, ele esteve reunido com produtores gaúchos no Sindicato Rural de Erechim, região do Alto Uruguai do Rio Grande do Sul.

Uma das proposições do setor, informou Hamm, é a exigência do Selo de Controle de Industrialização e Comercialização, que seria concedido às indústrias que cumprirem todos os requisitos legais referentes às exigências tributárias, fiscais, sanitárias e ambientais.

“Conversamos com diversos representantes da cadeia produtiva da erva-mate e recebemos importantes contribuições para aperfeiçoar o projeto, que busca fomentar a produção sustentável, elevar o padrão de qualidade e incentivar o comércio da erva-mate do Brasil.”

De acordo com Hamm, a erva-mate é alternativa de renda para cerca de 180 mil produtores familiares, distribuídos em 486 municípios e gera cerca de 700 mil empregos, envolvendo mais de 700 empresas beneficiadoras.

A reunião foi realizada na última sexta-feira (24) e contou com a presença do diretor-executivo do Instituto Brasileiro da Erva-Mate (Ibramate), Roberto Magnus Ferron; do presidente da Associação dos Municípios do Alto Uruguai (AMAU), Carlos Alberto Bordin, do gerente regional do Escritório Regional da Emater/RS-Ascar de Erechim, Gilberto Tonello; presidente do Sindimate, Sergio Picolo; do coordenador regional da Agricultura, José Mantovani; e do presidente do Sindicato Rural de Erexim, João Picolli.

O Projeto de Lei nº 4.137/2051 tramita no Senado e aguarda parecer da relatora, senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS).

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: