Anater começa a desenvolver projeto de assistência técnica no Ceará

a - assistencia tecnica
Foto: Gov. MG

A partir de 2018, agricultores familiares do Ceará passarão a contar com um importante apoio para a qualificação da produção. É o projeto D. Helder Câmara, cujas ações começarão a ser desenvolvidas no estado por meio de parceria entre a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater) e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ematerce).

No Ceará, as ações do eixo Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) do projeto serão realizadas até 2020, com investimento de R$ 19.581.038,00 beneficiando 5.344 famílias de agricultores que vivem em 102 municípios.

O presidente da Anater, Valmisoney Moreira Jardim, destaca que o projeto qualificará ainda mais o serviço de Ater no Ceará. “A extensão rural do Ceará é uma referência para o país e é grande a expectativa em relação à proposta da Anater.”

De acordo com o presidente, a Anater tem uma nova proposta de assistência ao agricultor familiar, integrada às políticas públicas voltadas para o setor, com diagnóstico, monitoramento e avaliação de resultados. “Chamamos essa proposta de Nova Ater, que tem um viés no desenvolvimento comunitário sustentável, visando gerar conhecimento dentro da própria comunidade.”

a - anater ceara
Foto: Anater

Ainda segundo  Valmisoney, essa nova forma de assistência possibilitará que a Anater leve para o campo uma estrutura mais vigorosa, elevando a abrangência e a qualidade do serviço oferecido aos agricultores e suas organizações.

As ações previstas no plano de trabalho do projeto visam assegurar oportunidades de integração econômica e social para agricultores familiares, indígenas, quilombolas, beneficiários do Crédito Fundiário e assentados da Reforma Agrária.

Por meio da Ater, os agricultores familiares receberão apoio para capacitação tecnológica e gerencial em bases sustentáveis, incentivo e fomento para a instalação de unidades produtivas, contribuindo assim para o resgate da cidadania e a melhoria das condições de vida dos beneficiários.

A parceria entre a Anater e o governo do Ceará foi assinada na quinta-feira (21).

Saiba mais

O D. Helder Câmara é um projeto voltado ao combate da pobreza e de apoio ao desenvolvimento rural sustentável no Semiárido, baseado no conceito de convivência e articulado às dimensões sócio-políticas, ambientais, culturais, econômicas e tecnológicas por processos participativos de planejamento, gestão e controle social.

Desenvolvido pela Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), o projeto contempla vários eixos, como o de Assistência Técnica e Extensão Rural, que coordenado pela Anater.

As ações da Anater beneficiam 35 mil famílias de agricultores de 572 municípios dos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe, Minas Gerais e Espírito Santo. Para esse eixo, o investimento de R$ 170 milhões, até abril de 2020.

O objetivo é contribuir para a redução da pobreza rural e das desigualdades no Semiárido, reduzindo os efeitos causados pelas condições climáticas adversas, por meio da integração de políticas públicas federais, estaduais e municipais.

Da redação, com informações da Anater

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: