Aftosa: controle de qualidade da vacina tem novo regulamento

vacina aftosa gado 22
Foto: Sedec.MT.GOV.BR

Reuters

O governo aprovou um novo regulamento para produção, controle de qualidade e comercialização de vacinas contra a febre aftosa, de acordo com instrução normativa do Ministério da Agricultura publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (22).

Segundo o texto, os substratos e ingredientes utilizados na produção e controle da qualidade das vacinas devem estar de acordo com os padrões de pureza e qualidade preestabelecidos em farmacopéia ou literatura técnico-científica reconhecida internacionalmente.

No ano passado, um componente das vacinas, o adjuvante saponina, foi apontado pelo setor como o responsável pelo aparecimento de abscessos (caroços) na carne bovina, o que levou os Estados Unidos a suspenderem as importações do produto in natura do Brasil.

Desde então, o governo vinha trabalhando em um novo regulamento para as vacinas.

Conforme a instrução normativa, o volume das doses foi reduzido para 2 ml, de 5 ml anteriormente, e o produto deverá ser conservado sempre à temperatura entre 2ºC e 8ºC.

“Somente poderá ser comercializada a partida de vacina contra a febre aftosa previamente submetida e aprovada pelo fabricante aos processos de controle de esterilidade, de vírus residual ativo, tolerância, potência, pesquisa de anticorpos contra PNE (Proteínas não Estruturais) e estabilidade da emulsão”, destaca a instrução normativa.

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: