Produtores de MT conhecem novas tecnologias agrícolas

agro precisao
Foto: Joana Silva/Embrapa

O Conexão AgriHub cumpre, nesta semana, mais um roteiro por municípios de Mato Grosso.  Iniciativa do projeto AgriHub, o Conexão AgriHub apresenta aos produtores as novas tecnologias disponíveis para a inovação no campo. Nesta terça-feira (23), o evento ocorrerá em Gaúcha do Norte. Na quarta (24), será promovido em Paranatinga (24/01). Na quinta (25), será levado a Primavera do Leste e, na sexta (26), a Campo Verde.

Promovido pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), pelo Senar-MT e pelo Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), o Conexão Agrihub faz parte da programação da expedição Soja Brasil – um dos maiores giros pelas lavouras do país.  Na semana passada, o Conexão Agrihub esteve em Porto Alegre do Norte, Querência e Canarana.

“É uma revolução na agricultura”, disse o presidente do Sindicado Rural de Querência, Osmar Frizzo, ao falar sobre o Conexão Agrihub. Ele também destacou a importância de a Famato e as empresas de inovação levarem as novas tecnologias aos produtores.

A empresa IZagro apresentou um aplicativo que auxilia no controle de pragas, doenças e ervas daninhas de várias culturas agrícolas. Conforme o agrônomo CEO da empresa, Murilo Bettarello, o APP busca conectar os médios e pequenos produtores.

Plataforma de comercialização

Já CBC Negócios mostrou sua plataforma de comercialização do agronegócio. A CBC oferece soluções para transações comerciais. Em seu site, já são mais de 7 mil compradores e vendedores cadastrados. Eles ajudam os produtores a melhorar suas margens e diminuir as deficiências de comunicação.

Gerente de pesquisa e desenvolvimento da empresa Smart Sensing – representante exclusiva dos sensores Weedit no Brasil –, Rodrigo Gonçalves Trevisan apresentou aos produtores o sistema de pulverização de precisão que evita desperdício.

Trevisan destacou a parceria das empresas Smartagri, que faz a adaptação dos sensores para aplicações especificas, e a Smartgrano, que cuida da parte de prestação de serviços e locação de equipamentos.

De acordo com ele, a pulverização de precisão é feita no Brasil há quase dois anos, com resultados positivos. “Na Bahia, temos resultados acima de 70% de economia, mas algumas propriedades apresentaram até 98% com o sistema Weedit.”

O produtor de soja e milho Valdair Huenstein, de Querência, já usa algumas inovações, como agricultura de precisão. Ele pretende implantar novas tecnologias em sua propriedade de 600 hectares. Para Huenstein, o projeto que mais chamou a atenção foi o de aplicação de defensivos da Smart Sensing.

Da redação, com informações da Famato

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: