MT: Começa hoje projeto voltado à agregação de valor na pecuária de corte

acrimat em acao 0
Foto: Divulgação/Acrimat

Maior projeto itinerante da pecuária mato-grossense, o “Acrimat em Ação” começa nesta segunda-feira (19), em Poconé. Até o dia 27 deste mês, a iniciativa percorrerá mais sete municípios. Em sua 8ª edição, o “Acrimat em Ação” – promovido pela Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) – tem como foco a agregação de valor em todas as etapas da pecuária de corte.

Além de Poconé, o projeto promoverá eventos em Rio Branco (terça 20), São José dos Quatro Marcos (quarta 21), Pontes e Lacerda (quinta 22), Vila Bela da Santíssima Trindade (sexta 23), Porto Esperidião (sábado 24), Cáceres (segunda 26) e Araputanga (terça 27). Esta será a primeira de um total de cinco rotas que percorrerão todas as regiões produtoras de carne bovina em MT.

Com o tema “Do pasto ao prato: agregação de valor à pecuária de corte”, o projeto apresentará aos pecuaristas ferramentas e tecnologias disponíveis para aumentar a renda na produção por meio da agregação de valor ao produto, independentemente do sistema produtivo adotado. Ou seja, como a cria, a recria e a engorda de animais podem ser mais lucrativas para o produtor e o produto final mais satisfatório para os clientes.

acrimat em acao 1
Foto: Divulgação/Acrimat

Para o presidente da Acrimat, Marco Tulio Duarte Soares, o sucesso na atividade é alcançado quando o pecuarista fideliza o cliente final e o caminho para esse resultado passa pelo planejamento e por investimentos em tecnologia. “Está disponível um pacote tecnológico capaz de aumentar a eficiência da pecuária em todas as etapas produtivas. Mas a aplicação correta das ferramentas depende de planejamento e o retorno do investimento está diretamente relacionado à qualidade do produto que oferecemos.”

A Acrimat convidou o engenheiro agrônomo Marco Tulio Habib Silva, da Scot Consultoria, para apresentar meios para atingir os resultados desejados. Ele tem o desafio de mostrar tecnologias e modelos produtivos capazes de agregar valor à produção e acredita que o “Acrimat em Ação” é o projeto ideal para isso.

“Esta é uma iniciativa de fomento e de difusão de conhecimento. Mato Grosso é referência em pecuária, não somente por ter o maior rebanho do Brasil e ter melhorado os índices de produtividade nos últimos anos, mas também pelo trabalho desenvolvido pelas entidades de classe ativas”, ressalta o palestrante.

Oito anos de estrada

Com quase cem mil quilômetros percorridos e mobilização de cerca de 30 mil produtores em todas as regiões do estado, o “Acrimat em Ação” se consolidou como o mais importante projeto da pecuária de corte de MT e um dos principais do país. Desde 2010, a Acrimat realiza palestras técnicas nos municípios produtores de carne, promove debate com os pecuaristas e identifica lideranças locais que se tornam representantes regionais da entidade.

Parcerias

A realização do “Acrimat em Ação 2018” tem alguns parceiros que fazem parte do dia a dia do pecuarista, como o Sistema Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT).

O Sicredi, que tem linhas de créditos para o setor produtivo, incluindo a pecuária de corte, também apoia o projeto pelo terceiro ano consecutivo. O “Acrimat em Ação 2018” conta ainda com a participação do grupo Trescinco e Ariel, que disponibiliza os veículos para percorrer os mais de 10 mil quilômetros, e da Scot Consultoria.

Rotas

Para atingir todas as regiões produtoras da pecuária mato-grossense, o “Acrimat em Ação 2018” foi dividido em cinco rotas que serão percorridas pela equipe formada por cerca de 10 pessoas ao longo dos meses de fevereiro, março, abril, maio, com encerramento agendado para o início de junho.

Rota 1: Poconé (19/2), Rio Branco (20/2), São José dos Quatro Marcos (21/2), Pontes e Lacerda (22/2), Vila Bela da Santíssima Trindade (23/2), Porto Esperidião (24/2), Cáceres (26/2) e Araputanga (27/2).

Rota 2: São José do Rio Claro (6/3), Sinop (7/3), Marcelândia (8/3), Tabaporã (9/3), Juara (10/3), Brasnorte (12/3) e Barra do Bugres (13/3).

Rota 3: Guarantã do Norte (2/4), Colíder (3/4), Apiacás (4/4), Nova Bandeirantes (5/4), Nova Monte Verde (6/4) e Alta Floresta (7/4).

 Rota 4: Barra do Garças (23/4), Ribeirão Cascalheira (24/4), Vila Rica (25/4), Canarana (26/4), Água Boa (27/4) e Cocalinho (28/4).

Rota 5: Castanheira (4/5), Juína (5/5), Cotriguaçu (7/5), Colniza (8/5) e Aripuanã (9/5). O projeto será encerrado em Rondonópolis no dia 4 de junho.

Da redação, com informações da Acrimat

 

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: