Créditos na Receita Federal contribuem para melhorar a produção de leite

leite mapa
Foto: Divulgação/Mapa

Créditos do PIS/Pasep e Cofins de 300 empresas beneficiaram diretamente quase 40 mil produtores de leite do país com assistência técnica, educação sanitária e melhoramento genético. Os recursos, da ordem de R$ 130 milhões, foram aplicados por meio do Programa Mais Leite Saudável desde a sua criação em setembro de 2015.

O programa é gerenciado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento com o objetivo de implementar boas práticas agropecuárias, melhorar a competitividade e rentabilidade dos produtores e incentivar a certificação de propriedades como livres de tuberculose e brucelose.

Coordenadora do Departamento de Desenvolvimento das Cadeias Produtivas e da Produção Sustentável da Secretaria de Mobilidade Social, do Produtor Rural e do Cooperativismo, Charli Ludtke observa que ainda há muito espaço para adesão ao programa.

Segundo ela, a adesão ao Mais Leite Saudável, em estabelecimentos sob inspeção federal de estados grandes produtores, como o Rio Grande do Sul, por exemplo, é de apenas 18%. E mesmo aqueles produtores que já participaram do programa, assinala Charli, podem ter novo projeto aprovado em outra modalidade.

Segundo a coordenadora, o número de pessoas beneficiadas até agora passa de 55 mil, incluindo aqueles produtores que acompanham atividades coletivas como palestras, por exemplo. A assistência direta contemplou em maior escala Minas Gerais (10.375 produtores), seguido do Rio Grande do Sul ((9.944), Santa Catarina (8.170) e Paraná (4.082).

O projeto deve ser encaminhado ao Mapa pela empresa de lacticínios com foco na área de interesse do produtor. Isso porque é a empresa que tem o direito a crédito junto à Receita Federal para custear o programa.

Saiba mais aqui sobre o programa Mais Leite Saudável.

Da redação, com informações do Mapa

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: