Incorporação de tecnologia é o desafio da cadeia da mandioca no Norte e Nordeste

mandioca 6
Foto: Divulgação/Emater-MG

A incorporação de mais tecnologia e inovação na cultura da mandioca no Pará e nos demais estados do Norte e nos do Nordeste será um dos temas da reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva da Mandioca, no dia 13 deste mês, em Belém. O Pará é o maior produtor brasileiro da raiz – também chamada de aipim ou macaxeira dependendo da região –, com colheita anual estimada em cerca de 5 milhões de toneladas.

O país precisa criar mecanismos para que a pesquisa e o desenvolvimento apoiem mais a cadeia da mandioca no Pará e em todo o Norte e o Nordeste, diz Osvaldo Zanqueta, presidente da Câmara Setorial da Mandioca, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Para ele, isso passa pela adoção de novas práticas de cultivo e processamento da raiz, a fim de equiparar as duas regiões ao Centro-Sul.

Segundo Zanqueta, a tecnologia e a inovação têm muito a contribuir para o avanço da cadeia da mandioca no Norte e no Nordeste, onde há grande concentração do sistema artesanal. “As novas tecnologias têm que chegar lá”, reforça Zanqueta, observando que o Centro-Sul conta com uma agroindústria moderna para produção de farinha e fécula e já está na fase de produção do pré-gel a partir da mandioca.

Outros assuntos da reunião são o preço mínimo do produto; o levantamento sobre os números da safra da mandioca no país, realizado pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/USP) em parceria com a Associação Brasileira dos Produtores de Amido de Mandioca (ABAM); e as novas variedades da raiz, desenvolvidas nos últimos 15 anos.

mandioca 5
Foto: Brasil.Gov.br

Congresso Latino-americano e Caribenho

A reunião da Câmara Setorial da Mandioca faz parte da programação do 17º Congresso Brasileiro de Mandioca, que será realizado conjuntamente com o 2º Congresso Latino-americano e Caribenho de Mandioca, de 12 a 16 deste na capital paraense. Os congressos reunirão representantes de 17 países produtores da raiz.

Os dois eventos constituem o principal fórum de integração dos agentes da cadeia produtiva da mandioca, representados por instituições de ensino, pesquisa, fomento, assistência técnica e extensão, defesa vegetal, produtores agrícolas e empresários.

Os congressos também são também grandes oportunidades para apresentação de inovações geradas no setor de máquinas e equipamentos, além de levantamento e prospecção de novas demandas.

Os eventos estão sendo promovidos pela Sociedade Brasileira de Mandioca (SBM), Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), do governo do Pará, e Corporación CLAYUCA.

 

 

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: