Lula é recebido com protesto de ruralistas na Campanha Gaúcha

luila bage
Foto: PT.org.br

A caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo Rio Grande do Sul começou com tumulto, nessa segunda-feira (19), quando ele foi à Universidade Federal do Pampa (Unipampa), em Bagé (RS), na Campanha Gaúcha. Ruralistas protestaram contra a visita e bloquearam o acesso ao local.

Na confusão, algumas pessoas sacaram armas e trocaram xingamento com integrantes do Movimento dos Sem-Terra (MST).

O petista chegou ao aeroporto de Bagé por volta das 10h30 com a ex-presidente Dilma Rousseff e o ex-governador gaúcho Tarso Genro. Ele foi recebido por trabalhadores sem terra e se dirigiu de helicóptero à Unipampa.

Os ruralistas colocaram tratores e um “pixuleco” – boneco inflável que representa o ex-presidente em roupa de presidiário em uma gaiola suspensa por um guindaste – no acesso à Unipampa.

“Saio triste daqui, porque não vi empresário ofendendo a gente. Vi aqui pobres e trabalhadores que, às vezes, estão até desempregados, ganhando alguma coisa para ofender a gente”, discursou Lula.

Em grupos de WhatsApp, algumas pessoas relatam o protesto. “A Unipampa está cercada por tratores, caminhonetes e tratores. Fizeram um cerco, e o Lula se apavorou. Não vai se animar a sair de lá.”

“Prenderam o Remangado. Ele foi dar uma pedrada num ônibus e acertou a cabeça de um milico. Pobre do Remangodo, véio. Agora parece que os ânimos se acalmaram um pouco”, comentou um dos apoiadores do protesto.

“Se acovardaram, se acovardaram. Conseguimos nossos objetivos. O Lula já tá saindo orientado por helicóptero da Brigada Militar porque a batalha tá campal. A gente não vai deixar esse tipo de gente se criar na Rainha da Fronteira [Bagé]”, relatou outro participante do protesto.

“Fomos mais fortes, mais numerosos e mais organizados do que eles [apoiadores de Lula]”, acrescentou o prefeito Divaldo Lara, que discursou ao final do protesto. “Aqueles que produzem por esta cidade, por este estado e por este país, deram a merecida recepção a Lula”, ressaltou Lara. Um vídeo com o discurso do prefeito foi postado no Facebook.

“Conversa pública” em Livramento

De Bagé, Lula foi para Santana do Livramento, fronteira com o Uruguai, onde teve uma “conversa pública” com o ex-presidente uruguaio José Mujica, na Praça Internacional, na divisa com a cidade uruguaia de Rivera. O evento reuniu cerca de 2 mil pessoas, segundo a polícia uruguaia.

Lula disse que, se a eleição deste ano for “normal”, ele voltará à Presidência da República. “Se for possível, vou ser candidato, e se for candidato é muito provável que a gente ganhe na primeira ou na segunda vuelta [turno].”

O ex-presidente espera o julgamento dos embargos de declaração contra a decisão do Tribunal Regional Federal da 4 Região (TRF-4), que aumentou a pena aplicada por Moro para 12 anos e um mês e pode levá-lo à prisão nas próximas semanas.

Em Livramento, Lula disse que existe o “dedo americano” no processo contra ele. “Em algum momento, começamos a incomodar os americanos, que não estavam habituados à autodeterminação dos povos da América do Sul.”

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta