Brasil é autorizado a vender material genético avícola ao Equador por mais 3 anos

pintos pintos 30 5 (2)
Imagem: Youtube

O governo do Equador revalidou por três anos “o reconhecimento da excelência da condição de saúde dos plantéis avícolas brasileiros”. Com isso, o Brasil poderá manter as exportações de material genético avícola (ovos férteis e pintos de um dia) para aquele mercado.

Hoje, o Equador é o segundo principal destino de ovos férteis e pintos de um dia do Brasil, com as vendas em crescimento.

O comunicado foi encaminhado ao Departamento de Saúde Animal (DSA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) pela Agencia Ecuatoriana de Aseguramiento de la Calidad del Agro (Agrocalidad/Equador).

Com a decisão da autoridade sanitária equatoriana, as casas de genética avícola brasileiras estão aprovadas a exportar àquele mercado, desde de que não haja alteração do atual “status” sanitário nacional.

O reconhecimento também permite que as empresas brasileiras produtoras de outros produtos de origem avícola requeiram habilitação à exportação para o Equador, seguindo os trâmites previstos na legislação daquele país.

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: