Agricultor familiar ganha acesso à tecnologia de ponta pelo Pronaf Mais Alimentos

maquina sucro campo
Foto: Ruralpress/Orion/Divulgação

Com o objetivo de permitir o acesso dos agricultores familiares a ferramentas tecnológicas mais avançadas e eficientes do mercado, a Orion Tecnologia e Sistemas Agrícolas Ltda., de Pompéia (SP), passou a fazer parte do Pronaf Mais Alimentos, programa do governo federal de apoio à produção familiar. Há mais de 50 anos, a Orion desenvolve equipamentos para aplicações de produtos líquidos dentro do sulco do plantio.

Segundo Alexandre e Silva Santiago, diretor financeiro da Orion, é muito importante para a empresa estar integrada ao programa, que tem juros subsidiados pelo governo federal. Até agora, enfatizou, a tecnologia de aplicação de produtos líquidos dentro do sulco do plantio só era acessível aos médios e grandes agricultores.

“Para a Orion, o mais importante é a certeza de estar contribuindo para a elevação da renda do agricultor familiar, através do aumento da produtividade e da qualidade de seus produtos, com sustentabilidade e preservação ambiental”, destaca o diretor financeiro.

Aplicação localizada em taxa variável

Mapear as reboleiras de nematoides através de imagens de satélite é uma das alternativas que o produtor tem hoje para tomar a melhor decisão na hora de combater essa praga de solo. Visando dar mais eficiência, segurança, economia e praticidade no combate a essa terrível praga, a Orion também oferece aos agricultores familiares equipamentos eletrônicos que efetuam a aplicação de nematicida somente nas reboleiras (aplicação localizada), com grande redução de custos, impactos ambientais e sustentabilidade, através de sua rede nacional de distribuição.

Esse processo vem se tornando cada vez mais relevante por possibilitar a aplicação de diversos insumos, químicos e biológicos, como inoculantes, nematicidas, fungicidas, inseticidas, enraizadores, produtos húmicos e fúlvidos e outros, com extrema precisão e segurança no momento do plantio.

“A agricultura familiar sempre foi alicerçada em técnicas e não em tecnologias, e a falta de financiamento adequado tornavam inacessível e limitador o aumento produtividade. O acesso a essas novas ferramentas coloca os agricultores familiares no mesmo patamar tecnológico dos grandes produtores”, observa Santiago.

A Orion também oferece, através de uma de suas empresas, a CYGNI Agrociência, uma plataforma via internet que permite acessar imagens de satélite de maneira simples, rápida e de baixo custo. Por meio das imagens, é possível localizar, visualizar e georreferenciar as anomalias existentes em uma determinada área em qualquer lugar do planeta, agilizando e reduzindo custos das amostragens.

Conforme o executivo da Orion, os ganhos para os produtores que terão acesso à tecnologia de aplicação direta no sulco são muitos. “Há o aumento da produtividade, renda, otimização e maximização dos insumos, recuperação gradual da microbiologia do solo, eliminação de danos mecânicos e perdas de sementes, melhoria da distribuição das sementes no solo, melhoria da qualidade dos produtos colhidos, redução do consumo de água, eliminação de riscos e erros de dosagem e contribuindo com a preservação do meio ambiente. Esta operação gera valor ao processo do plantio e conhecimento de nova tecnologia aos agricultores, abrirá a eles novos horizontes”, assinala o diretor.

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: