1ª Feira de Negócios Armazena MT reúne mais de 300 pessoas

aprosoja 27 8
Foto: AprosojaDivulgação

Produtores rurais, instituições financeiras e empresas se reuniram para mais um momento de debate e negócios sobre um tema importante tem Mato Grosso: a armazenagem de grãos. Durante a 1ª Feira de Negócios Armazena MT, organizada pela Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) e que reuniu cerca de 300 pessoas, houve a oportunidade de troca de experiências, dirimir dúvidas sobre financiamento e prospectar negócios.

“Por meio desse evento, tentamos reduzir o déficit de armazenagem em Mato Grosso”, disse o presidente da Aprosoja, Antonio Galvan, ao falar sobre a reunião realizada na quinta-feira (23). “Queremos mostrar ao produtor rural que há juros diferenciados para armazéns até 6 mil toneladas, através do Programa de Construção e Ampliação de Armazéns (PCA) e ainda fazê-lo compreender que é preciso armazenar sua produção. São muitos ganhos, como menor custo de frete, ganhos com padronização do produto e, como consequência, maior lucratividade.”

O produtor rural Regis Porazzi, de Tapurah, está construindo um armazém na propriedade e a logística foi um dos motivos. “A fazenda fica a uns 40 quilômetros dos armazéns mais próximos e, além da logística, também acredito ter rentabilidade de 5% a 10% tendo o produto ‘em casa’. É um armazém de 50 mil sacas, estamos em fase de obras e, na colheita da soja, devemos estar operando”, contou.

Porazzi acredita que a falta de conhecimento é o que impede o agricultor de investir em armazenagem e, por isso, o evento da Aprosoja é tão importante. “Todos os colegas que consultei antes de investir estavam satisfeitos com a construção do armazém. Então, acho que é uma saída que vai agregar dentro da fazenda. Antes, investíamos no aumento de área, agora chegou a hora de verticalizar”, afirmou.

A burocracia, muitas vezes, amedronta o produtor rural e faz com que ele se afaste do investimento em armazenagem própria ou em condomínio. Para o Consultor de Negócios Central Sicredi Centro Norte Cuiabá, Osvaldo Fioravante Biazi, isso é algo que deve ser superado. “O Sicredi conhece as particularidades de cada região e precisamos desmistificar o acesso ao credito. Viemos aqui para mostrar quais os documentos que precisa e o check list. Temos ainda o conceito de que tudo ainda é difícil, mas hoje temos que quebrar essa barreira, entender qual é o papel de cada um. E este evento é fantástico para isso”, disse.

Para um investimento seguro, o produtor rural precisa também estar com a documentação em ordem no Corpo de Bombeiros e na Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema). O capitão do Corpo de Bombeiros Lucas Souza Chermont explica que a corporação tem o papel de fiscalização e também de fazer o licenciamento para operação. “Temos que verificar o projeto de segurança contra incêndio e, posteriormente, fazer a fiscalização com relação a execução destas medidas de segurança elencadas pelo profissional. Aí, sim, faremos a emissão do Alvará de Segurança”, enfatizou.

O produtor rural tem reclamações sobre a burocracia na Secretaria de Meio Ambiente. A Superintendente do Licenciamento da Sema, Márcia Cleia Vilela dos Santos, informa que atualmente os processos estão mais simples. O licenciamento já pode ser feito nos municípios que foram descentralizados, e nos outros municípios podem ser feitos na secretaria ou nas Unidades Desconcentradas da Sema. “O licenciamento depende muito da área. Então, eu acho que o que falta e que vamos discutir é como este licenciamento está sendo feito, que tipo de documento é protocolado nas secretarias para o licenciamento. Então falta esse alinhamento na qualidade do documento que é apresentado para a Sema”, assinalou.

As empresas de armazenagem veem o evento como oportunidade para oferecer soluções para o produtor rural. “Estamos bastante otimistas com o mercado em Mato Grosso, que está crescendo safra após safra. O agricultor está carente desta infraestrutura em armazenagem devido às condições de logística e nós podemos fornecer com tecnologia e rapidez este produto”, disse Gilberto dos Santos, representante da região Sul e Vale do Araguaia da GSI.

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: