Reforço na segurança pública da área rural de MT será mantido em 2019

aprosoja mt seguranca publica
Aprosoja e Sesp debatem continuidade do Projeto Monitor de Segurança – Aprosoja/Divulgação

O fortalecimento das ações de segurança pública na área rural de Mato Grosso, maior polo agrícola do país, será mantida em 2019. A garantia foi dada à diretoria da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) pela Secretaria de Estado de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp), durante reunião em que foi discutida a continuidade do Projeto Monitor de Segurança no próximo ano, quando o governador eleito, Mauro Mendes, assumir a gestão do estado.

O Projeto Monitor de Segurança foi possível graças a um termo de cooperação firmado entre a Sesp e a Aprosoja, no fim de 2016, buscando intensificar o policiamento ostensivo na área rural, uma vez que os roubos de defensivos agrícolas e gado estavam crescendo ano após ano em Mato Grosso.

O objetivo da parceria é unir forças não apenas combater a criminalidade, mas também punir quem pratica roubos, furtos e receptação de produtos ilícitos na área rural, especialmente de defensivos agrícolas.

“A Sesp entende a necessidade de que o projeto permaneça e para nossos associados ele é fundamental. Outra demanda que apresentamos é que o patrulhamento da Polícia Militar seja reforçado na zona rural, já que neste período há entrega de defensivos nas fazendas”, afirmou o vice-presidente da Sul e coordenador da Comissão de Defesa Agrícola da Aprosoja, Jorge Diego Giacomelli.

Disque-denúncia

Além do monitoramento, a Aprosoja criou um disque-denúncia para que o produtor rural possa informar sobre roubos e/ou furtos em suas fazendas.

Outra ação que a Aprosoja tem realizado desde o início deste ano é a instalação de placas, na entrada das fazendas, informando que aquela propriedade é monitorada pela “Operação Combate ao Roubo”, que faz parte do termo de cooperação do Projeto Monitor de Segurança.

Na placa também é informado o número do disque-denúncia: (65) 99811-2033. É possível denunciar via WhatsApp e tanto a Sesp como a Aprosoja garantem o sigilo dos denunciantes. Até o fim deste ano serão mais de mil placas instaladas. A associação espera continuar com a instalação também nos próximos anos.

A manutenção da parceria foi reafirmada em reunião nessa quinta-feira (25). Pela Aprosoja participaram o segundo vice-presidente Sul e coordenador da Comissão de Defesa Agrícola, Jorge Diego Giacomelli, o diretor executivo, Wellington Andrade, e o gerente da área, Daniel Pasculli. S Sesp foi representada pelo secretário de estado de Segurança Pública, Gustavo Garcia, o secretário-adjunto de Inteligência, Arnon Osny, e o delegado da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), Luiz Henrique Damasceno.

Da redação, com Aprosoja/MT

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta