Preços da melancia despencam por causa da boa oferta e fraca demanda

 

melancia 21 3 19
Momento é desfavorável para os produtores de melancia – Claudio Melo/Embrapa

As cotações da melancia recuaram na semana passada em todo o país, de acordo com dados do Hortifruti/Cepea. A pressão veio da elevada oferta nacional, aliada à baixa demanda em São Paulo, um dos principais polos consumidores.

Apesar da redução do volume colhido em Bagé (RS) e em Teixeira de Freitas (BA), a quantidade ainda é elevada, enquanto que os trabalhos vêm aumentando gradualmente nas praças paulistas de Marília/Oscar Bressane e Itápolis.

Além disso, colaboradores do Hortifruti/Cepea também informam que algumas melancias começaram a ser colhidas em Uruana (GO). Apesar de a colheita nessa última praça ainda ser restrita a algumas roças e ao comércio local, o cenário também resultou em menores cotações no Brasil.

Assim, na semana passada, os preços da melancia graúda (> 12 kg) tiveram média de R$ 0,42/kg na Bahia, de R$ 0,43/kg em São Paulo e de R$ 0,45/kg no Rio Grande do Sul, quedas de, respectivamente, 15,8%, 30,9% e 18,2% em comparação com o período anterior.

Do Cepea/Hortifruti

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: