Brasil faz treinamento para combate à emergência de febre aftosa

bovinos breno lobato 25 4 19 embrapa
Foto: Breno Lobato/Embrapa

Para garantir resposta e atendimento rápidos em possíveis emergências, será realizado no Paraná, de 11 a 17 de agosto, o treinamento para combate a focos de febre aftosa. O simulado faz parte do Plano Hemisférico de Erradicação da Febre Aftosa (Phefa), executado pela Coordenação Técnica do Comitê Veterinário Permanente do Mercosul (CVP/Mercosul) e pelo Centro Pan-Americano de Febre Aftosa (Panaftosa), como apoio financeiro do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Além do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), participarão do treinamento todos os envolvidos com a sanidade agropecuária do Brasil, incluindo produtores, representantes dos serviços veterinários wstaduais e da Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai e Uruguai. O treinamento já foi comunicado à Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

Na área onde será realizado o simulado, há cerca de 740 propriedades, sendo que o Paraná tem 176.368 fazendas com bovinos e bubalinos. Segundo o coordenador de emergência zoosanitária do Mapa, Nilton de Morais, para o Brasil e os países da América do Sul, o simulado é uma oportunidade para reforçar a cooperação e a capacidade de resposta em um território com status de livre de febre aftosa.

“Todos têm interesse que este simulado aconteça: o Mapa para treinar os profissionais das superintendências federais de Agricultura e dos serviços veterinários estaduais; o CVP/Mercosul e Panaftosa, para treinar veterinários de cinco países, e o Paraná, que poderá retirar a vacinação contra a febre aftosa a partir de novembro de 2019, de acordo com o Plano Estratégico do Plano Nacional de Erradicação e Controle da Febre Aftosa (Pnefa) 2017/2026″, diz.

O simulado vai abordar a teoria e a prática de como deve ser feito o diagnóstico, colheita de amostras, investigação epidemiológica, rastreabilidade, sistema de informação e registro de investigações, medidas de biossegurança, procedimentos de contenção e erradicação de um foco de febre aftosa, seguindo as diretrizes do Plano Nacional de Contingência para a doença, integrante do Pnefa.

Está prevista a participação de 160 veterinários no simulado: 64 da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar); 12 da Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai e Uruguai;  37 do Mapa; 38 dos serviços veterinários estaduais e de todos os estados brasileiros; 7 da Defesa Civil do Paraná e 2 da prefeitura de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.

Na semana passada, dias 25 e 26, foi realizada, em Curitiba, reunião com a Defesa Civil, Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) e SFA/PR, preparatória para os ajustes necessários à realização do simulado.

Do Mapa

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: