Conseleite: Preço de referência do leite estimado para agosto recua 0,08%

conseleite 20
Da esq. para dir.: Wlademir Dall’Bosco, Pedrinho Signori e Darlan Palharini –   Foto: Caroline Jardine/Divulgação 

Apesar de estar em plena safra, o valor de referência do leite se mantém estável no Rio Grande do Sul, informa o Conseleite. Segundo dados divulgados pelo conselho nesta terça-feira (20/08), o valor estimado para o mês de agosto é de R$ 1,0870, 0,08% menor do que o consolidado de julho, que fechou em R$ 1,0879.

Segundo o professor da UPF Eduardo Finamore, é importante pontuar que o leite fechou julho com 4 centavos acima do projetado (R$ 1,0486), o que indica um ajuste ocorrido no final do mês passado e que já se estabilizou no início de agosto. “Os preços caíram muito. O que tivemos foi um ajuste”.

Para justificar esse cenário, o que se viu foi a elevação do leite UHT em 4,12% e a queda do leite em pó em -2,89%. Finamore alertou que os dados não consideram a recente elevação da cotação do dólar, uma vez que tabulam apenas os 10 primeiros dias de agosto.

conseleite tabelas

Competitividade

Para Finamore, o Rio Grande do Sul precisa de um plano estratégico para escoamento de sua produção, tendo em vista que, em breve, deverá concorrer com mais competitividade para enfrentar os mercados externos e até mesmo os nacionais.

“A demanda de leite no Brasil está estabilizada, e a produtividade das vacas vem aumentando em outras regiões como Minas Gerais. O Rio Grande do Sul precisa ser mais competitivo ou achar novos mercados para seu leite”

A reunião, realizada na sede da Fetag, em Porto Alegre (RS), foi comanda pelo vice-presidente do Conseleite, Pedrinho Signori. Segundo ele, é essencial que a análise de preços leve em conta um estudo dos custos de produção, uma vez que os insumos da atividade leiteira vêm aumentando com força.

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: