Andaterra reforça apelo ao Senado para rejeitar taxação das exportações do agro

sergio pitt aviao vale vale 10 6 19 divulgacao
Foto: Divulgação

O Senado tem a oportunidade de corrigir, nesta terça-feira 19, durante a votação do segundo turno da PEC Paralela, uma medida que poderá trazer sérios problemas ao país: a taxação das exportações agrícolas via Funrural. A afirmação é do presidente da Andaterra, Sérgio Pitt, ao defender a aprovação da emenda de plenário da senadora Soraya Tronick (PSL-MS) que exclui da PEC Paralela a taxação das vendas externas do agro.

“Não podemos exportar tributos, sob pena de tirarmos a competitividade dos nossos produtos agropecuários justamente num momento em que o governo está empenhado em ampliar e abrir novos mercados”, diz Pitt. “É inconcebível que o relator da PEC da Previdência, senador Tasso Jereissati, queira ajustar as contas da Previdência causando prejuízos ao agro, o setor mais exitoso da nossa economia.”

O presidente da Andaterra assinala que a taxação das exportações vai onerar o setor em cerca de R$ 60 bilhões nos próximos 10 anos, o que significa um aumento de tributação sobre o agro. “A pretexto de elevarmos a arrecadação, podemos encolher o superávit da balança comercial brasileira, que tem sido superior a U$ 80 bilhões por ano.”

Pitt alerta que “o Brasil está querendo copiar a desgraça sofrida pela vizinha Argentina, onde aniquilaram o agro, que também era o segmento mais eficiente da economia.” Segundo ele, a taxação do agro ameaça empobrecer o setor e aprofundar o desemprego no campo. “Por isso, esperamos que os senadores tenham bom senso e aprovem a emenda da senadora Soraya nesta terça.”

Nos últimos dias, a Andaterra mobilizou produtores de todo país para que pedissem aos senadores de seus estados para votar a favor de emenda da parlamentar do Mato Grosso do Sul.

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: