Acordo busca ampliar notificações de intoxicações por defensivos agrícolas

agrotoxicos aplicacao chistiane comas embrapa
Foto: Crhistiane Comas/Embrapa

Uma iniciativa envolvendo instituições de médicos e de enfermeiro, em conjunto com prefeituras, Ministério Público e sociedade civil, busca   ampliar e qualificar as notificações das intoxicações por defensivos agrícolas no Rio Grande do Sul. A proposta visa a reduzir as subnotificações de doenças relacionadas ao uso de agrotóxicos.

O Acordo de Cooperação Interinstitucional foi assinado, na quinta-feira 28, pelo Conselho Regional de Medicina do RS (Cremers), Conselho Regional de Enfermagem do RS (Coren-RS), Federação das Associações dos Municípios do RS (Famurs), Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho, Ministério Público do Estado e Fórum Gaúcho de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos.

De acordo com o Cremers, o Brasil e o Rio Grande do Sul não dispõem de dados sobre o efetivo número de intoxicações por agrotóxicos, mesmo sendo grandes maiores consumidores desses produtos. A estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) é que, para cada caso registrado, existem outros 50 não notificados.

A subnotificação de intoxicações, ressalta nota do Cremers, dificulta a elaboração de políticas públicas adequadas e o diagnóstico e tratamento corretos de doenças relacionadas ao uso de agrotóxicos. Por isso, o acordo de cooperação pretende sensibilizar os profissionais de saúde, especialmente médicos e enfermeiros, para identificação e registro de casos suspeitos ou confirmados de intoxicações no sistema oficial de notificação.

Da redação, com Cremers

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: