Peso do bezerro negociado em MS é o mais baixo desde 2002

bovino bezerros nelore luiz antonio leal
Foto: Luiz Antonio Leal/Embrapa

Nesta parcial de dezembro (até o dia 18), o peso médio do animal de reposição (nelore, de 8 a 12 meses), negociado em Mato Grosso do Sul, foi de 174,31 quilos, segundo levantamento realizado diariamente pelo Cepea. Trata-se da menor média mensal desde janeiro de 2002, quando esteve em 173,47 quilos.

Pesquisadores do Cepea indicam que, analisando-se a série de sazonalidade do peso do bezerro, observa-se que, de fato, esses animais tendem a ser mais leves em dezembro, especialmente, e em janeiro. Isso porque eles nascem geralmente em maio, atravessando os primeiros meses de desenvolvimento na época mais seca do ano.

Em dezembro de 2019, no entanto, o que chama a atenção é que o peso é um dos mais baixos de toda a série do Cepea. Segundo pesquisadores do centro de pesquisas ligado à USP, esse cenário pode estar atrelado ao atraso das chuvas no Centro-Oeste em 2019, que teria limitado ainda mais o ganho de peso desses animais.

Outro motivo que pode ter influenciado a comercialização de um bezerro mais leve é a demanda por parte de recriadores, que tende a estar mais aquecida, devido ao elevado patamar de preço da arroba do boi gordo. Pesquisadores do Cepea destacam ainda que o criador, por sua vez, também poderia estar “aproveitando” os elevados valores de comercialização do bezerro e, com isso, ofertando um animal precoce.

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: