Governo reajusta preços mínimos da laranja, trigo e arroz

montagem arroz laranja trigo

Os preços mínimos da laranja, trigo em grão, semente de trigo e arroz (longo em casca) foram reajustados, segundo resolução da última reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN). As mudanças valem para safra 2020/2021. No caso do arroz, o reajuste é para safra 2019/2020. A medida foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira 17.

Considerando os custos variáveis de produção levantados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a laranja in natura teve o preço definido em R$ 15,53/caixa de 40,8 kg, recuo de 2,63%.

O trigo em grão, pão tipo 1, foi estabelecido em R$ 43,39/sc 60 kg para a Região Sul, alta de 6,95%. A semente de trigo, em R$ 1,78 (unidade), foi reajustada em 6,95%.

O arroz longo em casca, tipo 2-55/13, para operações rurais securitizadas (alongamento das dívidas oriundas dos créditos rurais), teve reajuste de 8,75% para o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, em R$ 20,55/sc 50 kg para safra 2019/2020.

Para as operações de arroz longo em casca, tipo 2-55/13. No Centro-Oeste, Norte, Nordeste, Sudeste e o estado do Paraná, o reajuste foi de 10,04%, ou R$ 26,90/sc 60kg.

O período de vigência desses valores vai até janeiro do ano que vem.

Política da garantia

Esses produtos fazem parte da Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM), instrumento usado para diminuir oscilações na renda dos produtores rurais e assegurar uma remuneração mínima, atuando como balizadora da oferta de alimentos, incentivando ou desestimulando a produção e garantindo a regularidade do abastecimento nacional.

A Conab efetiva a PGPM junto ao produtor rural, tendo sob sua responsabilidade a execução dos instrumentos desta política.

Do Mapa

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta