Caixa libera R$ 5,2 bi para pré-custeio; médio produtor tem taxa de 3,9% a.a.

fachada caixa agencia brasil
Foto: Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal anunciou, nesta semana, que disponibilizou R$ 5,2 bilhões para o ano safra 2020/2021. Os recursos são destinados ao pré-custeio de despesas do ciclo de produção de soja, milho, algodão, arroz, feijão, mandioca e café, podendo contemplar, ainda, culturas específicas das regiões do país. Os produtores enquadrados no Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (PRONAMP) poderão contar com taxas a partir de 3,9% a.a., 35% menor se comparada à taxa máxima estabelecida no Plano Safra do governo federal.

Segundo nota divulgada pela Caixa, os demais produtores pessoas físicas e jurídicas poderão contar com taxas 39% menores, partindo de 4,9% ao ano. Já as agroindústrias e cooperativas terão disponíveis taxas a partir de 3,9% ao ano, representando uma redução de 51% em relação à taxa máxima estabelecida no PAP.

Além das operações de custeio, a Caixa também disponibiliza taxas reduzidas para contratações de operações de investimento, comercialização e industrialização, que são variáveis de acordo com a atividade financiada, o prazo da operação, porte do cliente e seu nível de relacionamento com a Caixa.

As condições são válidas até o encerramento do ano safra vigente, que ocorre no mês de junho de 2020, em todas as mais de 1.700 agências habilitadas a atuar com o crédito rural em todo o país.

Segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, o aumento de recursos disponibilizados para o agronegócio demonstra a importância do setor para o banco. “A Caixa está disponibilizando R$ 5 bilhões para os produtores rurais, um valor cinco vezes maior que o contratado no mesmo período do ano passado. Essa estratégia de expansão da atuação do banco no setor do agronegócio mostra, mais uma vez, que é possível reduzir as taxas de juros em benefício da população, contribuindo para o desenvolvimento econômico do país.”

A Caixa conta com gerentes especializados no agronegócio, que atuam regionalmente com o objetivo de melhor atender os produtores, apoiando as agências, a rede de mais de 2.500 consultores rurais conveniados, e estreitando o relacionamento com entidades representativas do setor, como associações, federações e sindicatos rurais.

A safra 2020/2021 será o nono ano agrícola de atuação da Caixa no agronegócio. Neste período foram aplicados mais de R$ 37 bilhões em operações de crédito rural, destinados a quase 50 mil empreendimentos, atendendo aproximadamente 21 mil clientes pessoas físicas e jurídicas em mais de 1.220 municípios nas cinco regiões do país.

 

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta