Alta nos preços dos insumos reduz poder de compra do suinocultor em SP; em SC, relação é estável

suinos 11 10 19 MC nelson mores embrapa
Foto: Nelson Mores/Embrapa

Apesar da valorização do suíno vivo no mercado paulista na parcial deste mês, os preços dos principais insumos consumidos na atividade, milho e farelo de soja, subiram com mais intensidade, o que acabou reduzindo o poder de compra do suinocultor de São Paulo frente a esses produtos. Já no oeste de Santa Catarina, os valores do suíno sobem com um pouco mais de força, o que tem sustentado o poder de compra, mesmo com a valorização dos insumos da ração.

Segundo colaboradores do Cepea, a valorização do suíno em ambos os estados está atrelada à oferta restrita de animais pesados e ao elevado preço dos insumos, que impulsionam as cotações do vivo.

Quanto ao milho e ao farelo de soja, a demanda aquecida continua superando a oferta desses produtos, principalmente nas regiões paulistas – em SP, inclusive, os preços do milho têm atingido os maiores patamares nominais da série do Cepea.

Do Cepea

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta