Eduardo Bolsonaro x China: Declarações isoladas não representam o Brasil, diz FPA

bandeira brasil china montagem 9 9 19

“Declarações isoladas não representam o sentimento da nação [brasileira] ou de qualquer setor”, diz a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), em nota divulgada nesta quinta-feira 19, em referência às declarações do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que acusou a China pela disseminação do novo coronavírus (Covid-19) em escala mundial.

Na quarta-feira 18, Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, usou sua conta no Twitter para atacar a China, maior parceiro comercial do Brasil. A Embaixada da China no Brasil reagiu às postagens do deputado, manifestando seu descontentamento por ser responsabilizada pela pandemia.

Representantes do agronegócio ficaram preocupados com a crise desencadeada pelas declarações de Eduardo Bolsonaro. Afinal, o mercado chinês é o principal importador de produtos agrícolas brasileiros, como soja e carnes bovina, suína e de frango.

Representante do setor rural no Congresso Nacional, a FPA destaca que “deseja manter no mais alto nível as relações bilaterais entre os Brasil e a China.” Leia, abaixo a nota assinada pelo deputado Alceu Morera (MDB-RS), presidente da FPA:

nota fpa print screen brasil china 19

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta