Exportações de carne bovina caem 4% em outubro, mas crescem 9% no ano

As exportações totais de carne bovina (in natura e processada) caíram 4% em volume e 8% em receita em outubro em relação ao mesmo mês do ano passado, informa em nota, nesta segunda-feira 9, a Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo), com base em dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia.

Em outubro, segundo a Abrafrigo, o Brasil embarcou 189.575 toneladas, com faturamento de US$ 790 milhões. No mesmo mês de 2019, as exportações alcançaram 197.932 toneladas, com receita de US$ 858 milhões.

No acumulado do ano até outubro, no entanto, as exportações totais apresentam crescimento de 9% em volume e 16% em receita. Nestes 10 meses, o Brasil exportou 1 milhão 650 mil toneladas, que representaram US$ 6,8 bilhões. Em 2019, no mesmo período, a movimentação alcançou 1 milhão 520 toneladas, com faturamento de US$ 5,8 bilhões.

A China, através de suas importações pelo continente e pela cidade-estado de Hong Kong, continua alavancado o crescimento. Até outubro, as importações chinesas somaram 948. 168 toneladas, com receita de US$ 4 bilhões. Em 2019, essa movimentação atingiu 625.256 t e faturamento de US$ 2,64 bilhões, o que significou aumento de 106% nas importações chinesas pelo continente e uma queda de 10% nas realizadas por Hong Kong. No mês de outubro de 2020, as importações chinesas somaram 109 mil toneladas.

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta